Efeitos pós-ingestivos de flavonóides no epitélio do intestino médio de larvas de Anticarsia gemmatalis (Hübner 1818) (Lepidoptera: Erebidae)

Norberto Aparecido Cruz, Clara Beatriz Hoffmann-Campo, Sheila Michele Levy, Angela Maria Ferreira Falleiros

Resumo


Um controle alternativo para a lagarta da soja tem sido o uso de plantas resistentes a insetos que contém flavonoides fenólicos. O intestino médio é a principal via de acesso do alimento e substâncias químicas ingeridas. O presente estudo examinou as alterações morfológicas no epitélio do intestino médio da lagarta da soja, após a ingestão de genótipos de soja contendo os flavonoides rutina e genistina. As lagartas e os genótipos (BRS 257 - controle, BR 16, Dowling, PI 229358, IAC 100 e PI 227687) foram obtidos do laboratório de criação de insetos da Embrapa Soja. Os intestinos médios foram coletados, fixados em Karnovsky, processados e analisados ao microscópio de luz. Todos os tratamentos causaram alterações nas células epiteliais do intestino médio. As alterações foram mais assíduas nas células colunares do que nos demais tipos celulares. Essas apresentaram grande quantidade de protrusões citoplasmáticas e de vacúolos. As células caliciformes apresentaram poucas alterações para todos os genótipos testados, enquanto as células regenerativas apresentaram alterações principalmente nos tratamentos Dowling e PI 227687. A membrana peritrófica estava ausente para os genótipos IAC100 e PI 227687. Conclui-se que os genótipos Dowling e PI 227687 foram bastante efetivos e promoveram grandes alterações morfológicas no intestino médio das lagartas da soja, podendo ser bastante eficaz para o controle desta praga.

Palavras-chave


Lagarta da soja; Morfologia; Tubo digestivo; Rutina e genistina

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.2017v38n2p185

Direitos autorais 2018 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367