Distribuição de sequências repetitivas no genoma de duas espécies da ordem Caprimulgiformes (Aves) evidenciado por hibridização in situ fluorescente

Marcelo Santos de Souza, Rafael Kretschmer, Suziane Alves Barcellos, Alice Lemos Costa, Edivaldo Herculano de Oliveira, Marcelo B. Cioffi, Analia Del Valle Garnero, Ricardo Jose Gunski

Resumo


Apesar da pequena quantidade de Sequências Repetitivas (SRs) no genoma das aves, estas apresentam uma grande importância para diversidade genética dessa classe. Dentre os SRs destacam-se os microssatélites e clusters de rDNA18s. Assim o objetivo desse trabalho foi identificar os sítios das sequências rDNA18s e o acúmulo de algumas sequências microssatélites no genoma das espécies Nyctibius griseus (NGR) 2n=86 e Hydropsalis torquata (HTO) 2n=74. As preparações cromossômicas foram obtidas através de cultura de fibroblastos e cultura de curta duração de medula óssea. Para identificação de heterocromatina constitutiva aplicou-se a técnica de bandeamento C, e nos experimentos de FISH utilizaram-se sondas (CGG)10, (CAC)10, (CA)15 (CAA)10, (CAG)10 e (GAG)10 marcadas diretamente com avidina-CY3. No bandeamento C observou-se que o cromossomo W de NGR possui o mesmo tamanho e morfologia do cromossomo Z, porém totalmente heterocromático localizando-se entre os pares 3 e 4. As sequências (CAA)10 apresentam-se acumuladas na região pericentromérica do braço longo do cromossomo W de NGR, além de alguns microcromossomos. (CAG)10 também marcou um grande bloco na região pericentromérica, porém na região proximal do braço curto do mesmo cromossomo. E (GAG)10 se distribuiu pelas regiões intersticiais dos braços p e q e na extremidade do braço q do cromossomo W de NGR. Essas três sondas não apresentaram marcações positivas no genoma de HTO. A sequência (CGG)10 foi acumulada preferencialmente em microcromossomos nas duas espécies, porém em NGR percebe-se um acúmulo elevado na região pericentromérica do cromossomo W. As sondas (CAA)10 e (CA)15 hibridizaram nas regiões adjuntas aos telômeros de quase todos os microcromossomos, contudo nas duas espécies foi possível observar um particular acúmulo dessas sequências também na região pericentromética (p) do 5º par do complemento cromossômico. Nessas espécies, os clusters ribossomais estão localizados em um par de microcromossomos, assim como em espécies basais da classe Aves. Embora NGR e HTO pertençam a mesma ordem ambas demonstram diferentes estágios de acúmulo de SRs. Em NGR ainda destaca-se o cromossomo W, sendo possível inferir que o mesmo passou por um processo de acúmulo de sequências repetitivas, o que explicaria o tamanho deste cromossomo, fato incomum para as aves.


Palavras-chave


Microssatélites; rDNA18s; FISH; Caprimulgiformes

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.2017v38n1suplp153

Direitos autorais 2018 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367