Genômica comparativa entre Cerradomys scotti e Cerradomys subflavus por pintura cromossômica

Stella Miranda Malcher, Julio Cesar Pieczarka, Lena Geise, Rogério Vieira Rossi, Patricia Caroline Mary O’Brien, Malcolm Andrew Ferguson Smith, Cleusa Yoshiko Nagamachi

Resumo


O gênero Cerradomys apresenta atualmente 8 espécies, todas com cariótipos básicos descritos. Essas espécies apresentam grande variação cromossômica, com número diploide variando de 2n=46 em Cerradomys langguthi a 2n=60 em C. akroai. Neste trabalho estudamos comparativamente os cariótipos de Cerradomys scotti (CSC) e Cerradomys subflavus (CSU) por bandeamntos G, C e pintura cromossômica utilizando sondas cromossomos totais de Hylaeamys megacephalus (HME: 2n=54, NFa=62). Analisamos 3 exemplares de C. scotti (1 macho e 2 fêmeas) coletados nos estados de Mato Grosso e Minas Gerais e 3 exemplares de C. subflavus (2 machos e 1 fêmea) coletados no estado de Minas Gerais. C. scotti apresenta 2n=58 e NFa=70, sendo composto por 7 pares de dois braços e 21 pares acrocêntricos, o X é submetacêntrico grande e o Y é submetacêntrico médio. C. subflavus apresenta 2n=54 e NFa=62, sendo composto por 5 pares de dois braços e 21 pares acrocêntricos, o X é acrocêntrico grande e o Y é acrocêntrico pequeno. A Heterocromatina Constitutiva foi observada na região pericentromérica em todos os pares autossômicos, nas duas espécies. As FISHs (Hibridização in situ fluorescente) com as sondas de HME revelaram 36 segmentos de homologia no cariótipo de CSC e 6 associações sintênicas: HME19/7/[9,10] (CSC1), HEM21/6 (CSC2), HME12/[9,10] (CSC4), HME[13,22]/20 (CSC7), HME19/14/19/[13,22] (CSC8) e HME[16,17]/11 (HME10). No cariótipo de CSU, as FISHs revelaram 39 segmentos de homologia e 6 associações sintênicas: HEM6/21/8/1 (CSU1), HME 3/14/7/[9,10] (CSU2), HME15/12/[9,10] (CSU3), HME[13,22]/20 (CSU4), HME[16,17]/11 (CSU5) e HME14/19 (CSU9). O mapeamento genômico comparativo mostra que as duas espécies compartilham 4 associações sintênicas (HME 7/[9,10], HME12/[9,10], HME[13,22]/20 e HME14/19) das quais, somente a associação HME[13,22]/20 é compartilhada sem modificações; as demais formam blocos sintênicos diferentes nas duas espécies. Estes resultados demonstram que as duas espécies de Cerradomys apresentam cariótipos muito reorganizados entre si e ambos, em relação a HME. Rearranjos cromossômicos como translocações, inversões e fusões/fissões diferenciam o cariótipo das duas espécies. Análises nas demais espécies do gênero permitirão uma melhor compreensão dos mecanismos de rearranjos cromossômicos envolvidos na diferenciação das espécies de Cerradomys.


Palavras-chave


FISH; Hylaeamys; Rearranjos Cromossômicos

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.2017v38n1suplp181

Direitos autorais 2018 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367