Primeiro estudo cromossômico em Synotaxidae (Araneomorphae, Araneoidea): Um raro caso de sistema sexual XY/XX em aranhas

Lucas Henrique Bonfim Souza, Douglas Araújo

Resumo


Synotaxidae possui 82 espécies, com nenhum estudo citogenético até o momento. As famílias mais próximas cariotipadas são Araneidae, Nesticidae e Theridiidae. Uma característica importante em análises citogenéticas é o Sistema Cromossômico Sexual (SCS), sendo o do tipo XY muito raro dentre as aranhas, encontrado em somente nove (1,1%) das 817 espécies já cariotipadas. Neste trabalho caracterizou-se cromossomicamente 6 machos e 4 fêmeas de uma espécie ainda não descrita de Synotaxus (Synotaxidae), atualmente em processo de descrição como Synotaxus jaraguari. Os exemplares foram coletados em Furnas do Dionísio, município de Jaraguari, estado de Mato Grosso do Sul. Objetivou-se discutir a citotaxonomia e evolução cromossômica do grupo. As gônadas foram colchicinizadas (0,16%, 2h), hipotonizadas (H2O, 15min), fixadas (metanol:ácido acético - 3:1), coradas convencionalmente (Giemsa 3%) e, posteriormente ao registro fotográfico inicial, impregnadas pelo nitrato de prata (Ag-RON). Synotaxus sp. possui 2n?=24=22+XY e 2n?=24=22+XX, com morfologia cromossômica telocêntrica. O par sexual XY é heteromórfico, correspondendo ao maior e ao menor elemento do cariótipo, respectivamente. O sistema cromossômico sexual do tipo XY foi confirmado pela análise de diplótenos de machos, com 11 bivalentes autossômicose e um bivalente sexual (XY), facilmente distinguido dos autossômicos pela associação terminal tênue entre seus elementos. Paquítenos e metáfases II de machos apenas com n=12 também corroboram a existência do SCS XY. Este é o segundo registro deste sistema para Entelegynae, grupo que engloba a grande maioria das aranhas. As Ag-RONs de Synotaxus sp. são distais em apenas um par autossômico. Este trabalho mostra a importância de se estudar famílias de aranhas ainda desconhecidas cromossômicamente, visto que podem evidenciar cariótipos raros. Esta é a 70º família de aranhas com estudos citogenéticos dentre as 115 existentes, o que reforça que ainda existem muitas lacunas. Além disso, seriam interessantes mais estudos na família Synotaxidae para descobrir se esse SCS XY é restrito à Synotaxus sp. (S. jaraguari sp. nov.) ou está disseminado na família.


Palavras-chave


Araneae; Cromossomos sexuais; Synotaxus

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.2017v38n1suplp227

Direitos autorais 2018 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367