Análise citogenética de Leporinus cf. obtusidens e Leporellus vittatus (Characiformes, Anostomidae) da bacia do rio São Francisco

Thais Aparecida Dulz, Carla Andréia Lorscheider, Viviane Demetrio Nascimento, Geize Aparecida Deon, Rafael Bueno Noleto, Viviane Nogaroto, Orlando Moreira Filho, Marcelo Ricardo Vicari

Resumo


Anostomidae é uma família altamente especiosa entre os Characiformes, compreendendo 156 espécies válidas, as quais estão distribuídas na região Neotropical. Estudos citogenéticos com anostomídeos revelam que sua estrutura cariotípica é altamente conservada, com variações quanto a presença de cromossomos sexuais. O presente estudo teve como objetivo realizar a caracterização cariotípica de Leporinus cf. obtusidens e Leporellus vittatus da bacia do rio São Francisco, por meio de técnicas citogenéticas. As coletas foram realizadas no rio Piumhi, bacia do rio São Francisco, em Minas Gerais. Foram utilizados procedimentos citogenéticos convencionais (Giemsa, Ag-Rons e bandamentos C) aliados a citogenética molecular (hibridação in situ fluorescente com sondas de DNA ribossômico 18S e 5S). Ambas as espécies analisadas apresentaram 2n = 54 cromossomos, tipo metacêntricos e submetacêntricos, com número fundamental igual a 108. Leporinus cf. obtusidens apresentou sistema de cromossomos sexuais tipo ZZ/ZW, identificados pelo padrão de distribuição da heterocromatina constitutiva, com o cromossomo W quase inteiramente heterocromático e o cromossomo Z com apenas a região terminal heterocromática. Para Leporellus vittatus foram observadas marcações heterocromáticas nas regiões centroméricas e ausência de cromossomos sexuais. A FISH com sondas de rDNA 18S revelou marcação nas regiões terminais de um único par cromossômico para as duas espécies. O rDNA 5S também foi observada em apenas um par de cromossomos, localizado na posição terminal em Leporinus cf. obtusidens e intersticial de Leporellus vittatus. Estes dados corroboram o conservadorismo da macroestrutura cromossômica e indicam a necessidade de um aprofundamento no tocante a distribuição dos DNAs repetitivos nos genomas de Anostomidae.

Palavras-chave


Cromossomos sexuais; FISH; DNA ribossômico

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.2017v38n1suplp77

Direitos autorais 2018 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367