Estudo do rDNA 5S nos cromossomos de Ancistrus sp. (Siluriformes:Loricariidae)

Raquel Forigan Destro, Rafael Splendore de Borba, Flávia Marcorin de Oliveira, Sandra Mariotto, Liano Centofante, Claudio Henrique Zawadzki, Patrícia Pasquali Parise-Maltempi

Resumo


O gênero Ancistrus apresenta uma grande variação cariotípica, tanto em relação ao número diplóide que varia de 2n=42 a 2n=54, quanto em relação a morfologia dos cromossomos. O grupo também é caracterizado por apresentar heteromorfismo no tamanho da região organizadora de nucléolo (NOR), bem como grandes segmentos heterocromáticos evidenciados pelo bandamento C, o que faz com que o gênero se torne um importante modelo para o estudo de sequências repetitivas. O rDNA 5S é uma sequência importante para o genoma uma vez que é essencial para a síntese proteica, e também está relacionada com regiões frágeis no genoma (hotspots) em alguns organismos, podendo dessa forma atuar como marcador molecular de processos de rearranjos cromossômicos. Tendo isso em vista o presente trabalho teve como objetivo isolar sequências de rDNA 5S e realizar o mapeamento destes segmentos nos cromossomos de uma espécie de Ancistrus sp. proveniente do Córrego Tamanduá, Bacia do Rio Paraguai, com número diplóide 2n=42 cromossomos. Os fragmentos de rDNA 5S foram amplificados via PCR, e como resultado foram observadas duas bandas, uma de aproximadamente 300 e outra de 100 pares de base. As bandas de menor tamanho foram extraídas do gel, clonadas e utilizadas separadamente como sondas na técnica de FISH. Foram observados grandes blocos de marcação em três cromossomos submetacêntricos distintos, sendo duas delas localizadas nos braços longos e uma nos braços curtos. A presença dessas grandes marcações em cromossomos distintos pode estar indicando uma possível associação da sequência do rDNA 5S com outros elementos de repetição nessa espécie, o que resulta no grande acúmulo deste segmento nos cromossomos estudados. Para melhor compreensão da organização destas sequências no genoma desta espécie, são necessários mais estudos em outras populações, bem como o sequenciamento do fragmento isolado, o que será feito na próxima etapa do trabalho.

Apoio financeiro: FAPESP

Palavras-chave


Citogenética; DNA repetitivo; FISH

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.2017v38n1suplp162

Direitos autorais 2018 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367