Caracterização citogenética de Cycloramphus bolitoglossus (Anura, Cycloramphidae)

Vilmar Biernaski, Camila Leandro Ferreira, Fernanda Sabadin Moreira, Karine Antoniacomi dos Santos, Marta Margarete Cestari, Peterson Trevisan Leivas, Lucas Crivellari, Michelle Micarelli Struett, Maurício Moura, Shirlei Maria Recco-Pimentel, Daniel Pacheco Bruschi

Resumo


AApesar de extremamente informativa em estudos taxonômicos e evolutivos, os dados sobre a estrutura cromossômica de anuros neotropicais ainda são escassos, o que dificulta a inferência dos mecanismos de evolução cariotípica nesse grupo. O gênero Cycloramphus é um exemplo claro dessa carência de informações citogenéticas. O referido gênero é composto atualmente por 27 espécies, das quais apenas doze apresentam seus cariótipos descritos, e desses, grande parte se limitam ao conhecimento do número e da morfologia cromossômica. Cycloramphus apresenta uma distribuição restrita à região sul da Mata Atlântica e a maioria das espécies são conhecidas apenas em suas localidades-tipo. Esse fato motivou a inclusão de espécies desse gênero, como C. bolitoglossus, no Plano de Ações Nacionais de Conservação de espécies ameaçadas de extinção (PAN), visto a necessidade de adicionar dados da biologia, ecologia e genética para a avaliação de estado de conservação dessa unidade taxonômica. Nesse trabalho, descrevemos pela primeira vez o cariótipo, padrão de distribuição de heterocromatina e localização das Regiões Organizadoras de Nucléolo (NOR) de uma população de C. bolitoglossus coletada no Parque Estadual Pico do Marumbi, Piraquara, Paraná. O cariótipo de C. bolitoglossus é composto por 2n=26 cromossomos, constituídos por quatro pares de metacêntricos (pares 1, 5, 8), nove pares de submetacêntricos (pares 2, 4, 6, 7, 9, 11-13) e um par subtelocêntrico (par 3). Blocos de heterocromatina foram detectados essencialmente na região centromérica. Impregnação pela prata detectou apenas um par de NOR, localizada na região pericentromérica dos braços longos dos homólogos do par 6, coincidente com as constrições secundárias observadas por coloração convencional. Comparativamente, as espécies desse gênero apresentam cariótipos conservados, sendo possível o reconhecimento de homeologias cromossômicas com as demais espécies do gênero. Nossos dados descrevem a macroestrutura cariotípica de C. bolitoglossus, fornecendo informações iniciais sobre a genética dessa espécie e contribuem para uma melhor compreensão dos mecanismos envolvidos na diversificação cariotípica no gênero.


Palavras-chave


Cycloramphus; Cariótipo; Heterocromatina, NOR

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.2017v38n1suplp113

Direitos autorais 2018 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367