Caracterização citogenética e determinação da quantidade de DNA em Pueraria phaseoloides (Fabaceae)

Elisa Guimarães Cabral, Saulo Marçal de Sousa

Resumo


A família Fabaceae, terceira maior entre as angiospermas, é extremamente diversificada com representantes distribuídos em todas as regiões do planeta. Economicamente importantes por possuir várias espécies utilizadas na alimentação humana e de outros animais, destacam-se os gêneros Phaseolus, Glycine, Pisum, Stylosanthes, Desmodium, Centrosema, Arachis, Galactia, Calopogonium, Dolichos, Vigna, Zornia, Macroptilium e outros. Além das espécies de tais gêneros, muito comuns no Brasil, algumas outras vem sendo introduzidas no país, apresentando uma excelente adaptabilidade, como observado para Pueraria phaseoloides, por exemplo. Tal espécie, originária da Malásia e Indonésia, é hoje bastante difundida pelos trópicos úmidos, principalmente na Amazônia. Nesta região, P.phaseoloides vem se destacando como forrageira animal, devido ao seu alto valor nutritivo, grande resistência a seca e como fixadora de nitrogênio. Por ser pouco estudada geneticamente e devido ao seu grande potencial como forrageira, o objetivo do presente trabalho foi realizar a caracterização citogenética da espécie, utilizando técnicas de citogenética clássica e molecular e a determinação da quantidade de DNA por citometria de fluxo. Para a citogenética, raízes obtidas de sementes germinadas foram tratadas com 8-hidroxiquinoleína (3mM) por 9h à temperatura ambiente e fixadas em Carnoy, sendo o preparo das lâminas realizados por dissociação celular após digestão enzimática em solução de celulase 2% e pectinase 20%. Após a preparação das lâminas, foi obtido o número cromossômico da espécie e o número de sítios de DNA ribossomal 45S e 5S por meio da técnica de Hibridização Fluorescente in situ (FISH) e coloração com DAPI. Para a determinação da quantidade de DNA, folhas frescas de P.phaseoloides e do padrão de referência, Pisum sativum (Fabaceae), foram maceradas em tampão LB01 e a suspensão celular obtida, corada com iodeto de propídio, a qual foi subsequentemente analisada em citômetro de fluxo. A espécie apresentou um número cromossômico 2n = 22 com um par de cromossomos apresentando sítios terminais de DNA ribossomal 5S e um par de cromossomos com sítios subterminais de DNA ribossomal 45S. A estimativa da quantidade 2C de DNA mostrou que a espécie apresenta cerca de 3,43pg de DNA. Tais resultados são inéditos para P.phaseoloides, permitindo uma melhor caracterização da espécie.

Palavras-chave


Conteúdo de DNA; Fabaceae; FISH; Pueraria phaseoloides

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.2017v38n1suplp116

Direitos autorais 2018 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367