A fauna de vertebrados do campus da Universidade Estadual de Londrina, região norte do estado do Paraná, Brasil

Oscar Akio Shibatta, Wanner Galves, Wanessa Priscila David do Carmo, Isaac Passos de Lima, Edson Varga Lopes, Reginaldo Assêncio Machado

Resumo


Universidade Estadual de Londrina (UEL), pela compilação da literatura, com vistas a auxiliar o seu manejo e preservação. Foram registradas 250 espécies, sendo nove de peixes, 15 de anfíbios, 16 de répteis, 32 de mamíferos e 178 de aves. Duas espécies, o gato-do-mato Leopardus tigrinus e a jandaia-de-testa-vermelha Aratinga auricapillus figuram em listas de fauna ameaçada de extinção. A maioria das espécies, no entanto, não é estenóica ou endêmica da área, o que condiz com um ambiente perturbado e muito freqüentado pela população humana. O assoreamento do ribeirão Esperança, a redução de áreas verdes e a impermeabilização do solo podem reduzir a diversidade de espécies em médio a longo prazos.


Palavras-chave


Actinopterygii; Aves; Biodiversidade; Lissamphibia; Mammalia; Reptilia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.2009v30n1p3

Direitos autorais 2016 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367