Efeito cicatrizante do extrato de plantago tomentosa em cadelas submetidas a ovariohisterectomia

Anieli Pachla, Fernando Silveiro Ferreira da Cruz, Christiane de Fátima Colet

Resumo


A utilização terapêutica de plantas medicinais ocorre desde a antiguidade de forma tradicional. O estudo da cicatrização e o tratamento de feridas cutâneas são de grande importância na medicina veterinária devido à alta frequência de lesões sofridas por animais. Existem diferentes espécies de plantas que possuem propriedades cicatrizantes, dentre elas cita-se a Plantago, cujo nome popular é Tanchagem, que apresenta indicações anti-inflamatória e cicatrizante. O presente estudo teve como objetivo avaliar o efeito do extrato etanólico das folhas secas de Plantago tomentosa Lam. no processo de cicatrização pós-operatória em cães. Foram utilizadas 12 cadelas submetidas a ovariohisterectomia, divididos aleatoriamente em dois grupos de 6 animais: Grupo Controle (GC) e Grupo Tanchagem (GT). O GT apresentou melhor efetividade em relação ao GC durante um acompanhamento de quatorze dias.

Palavras-chave


plantas medicinais; Extratos; Plantago; Cicatrização de feridas; cães

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.2017v38n2p137

Direitos autorais 2018 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367