Perfil de estudantes ingressantes de um curso de enfermagem do Sul do Brasil: caracterização dos hábitos de leitura e estudo

Aline Korki Arrabal Garcia, Aluana Moraes, Maria Helena Dantas de Menezes Guariente

Resumo


O Curso de Enfermagem da Universidade Estadual de Londrina possui uma metodologia de ensino inovadora por meio do currículo integrado, baseada na problematização, sendo proposta ao aluno a busca da autonomia no estudo e o compromisso em relação aos meios de aprendizagem. Objetivou-se descrever a prática de leitura e estudo dos alunos ingressantes do curso de enfermagem da Universidade Estadual de Londrina. Trata-se de pesquisa documental, descritiva e retrospectiva com abordagem quantitativa, com egressos do curso de enfermagem. Para a coleta de dados foi utilizado questionários respondidos pelos estudantes ingressantes nos anos 2000, 2005 e 2010 no curso. Identificou-se dos 164 ingressantes que 91,5% são do sexo feminino e 97,6% solteiras, com idade entre 16 a 18 anos (45,1%). O hábito de leitura esteve presente em 81,7% dos pesquisados, sendo que 49,4% relataram apresentar facilidade na redação de textos e 57,3% facilidade parcial na interpretação de textos. Os estudantes (64%) ainda expressaram preferência por estudar sozinho, sendo a leitura silenciosa a forma de estudo mais relatada. A caracterização dos dados poderão subsidiar a gestão do curso e os professores no sentido de fomentar o desempenho acadêmico dos estudantes de enfermagem para o alcance do perfil profissional delineado

Palavras-chave


Educação em enfermagem; Currículo; Leitura.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.2016v37n2p47

Direitos autorais 2017 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367