Ambiente e alimentação saudável: percepções e práticas de estudantes universitários

Maria Assunta Busato, Caroline Pedrolo, Luciara Souza Gallina, Lisiane da Rosa

Resumo


Introdução: Alimentação saudável deve estar de acordo com as necessidades alimentares levando em consideração a cultura, raça, gênero, etnia, condição financeira e os aspectos de qualidade, variedade, equilíbrio e moderação.

Objetivos: Conhecer as percepções sobre ambiente e alimentação saudável de estudantes universitários, bem como conhecer suas práticas alimentares.

Método: Este é um estudo observacional prospectivo desenvolvido em uma universidade de Santa Catarina envolvendo estudantes de cursos de graduação da Área de Ciências da Saúde. Dos 1816 estudantes matriculados em 2014/1, foram sorteados 10%, de ambos os sexos, incluindo estudantes de todos os cursos.

Resultados: Participaram da pesquisa 175 estudantes, sendo 81,14% (n=142) do sexo feminino. A idade variou entre 18 e 30 anos. Mais da metade dos estudantes, 58% (n=101), não possue renda, porém recebe ajuda financeira dos pais, sendo que 61% (n=106) dos estudantes realizam suas refeições em casa e 58% (n=101) preparam sua própria refeição. 47% (n=83) levam em média de 15 a 30 minutos para se alimentar e 51% (n=90) classificam como calmo o ambiente onde fazem as refeições com família/amigos. Ainda, 89% (n=156) consideram o almoço como refeição principal consumindo arroz, feijão, carne e salada. No jantar, 62% (n=108) optam por lanches e refeições mais leves e 5% (n=10) não jantam.

Conclusão: A compreensão sobre ambiente e alimentação saudável demonstrou que os estudantes deferem especial importância por um ambiente limpo e agradável, fator que foi destacado como fundamental para uma boa alimentação.


Palavras-chave


Saúde; Comportamento alimentar; Consumo de alimentos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.2015v36n2p75

Direitos autorais 2016 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367