Ocorrência e caracterização de galhas em fragmento de Floresta Estacional Semidecidual em Telêmaco Borba, Paraná, Brasil

Patrícia de Oliveira Santos, José Eduardo Lahoz da Silva Ribeiro

Resumo


Levantamentos de galhas no Paraná são escassos e a maioria dos esforços amostrais no Brasil tem se concentrado em áreas de Cerrado. Assim, o presente estudo investigou um fragmento de Floresta Estacional Semidecidual da Fazenda Monte Alegre em Telêmaco Borba, com o intuito de contribuir para o conhecimento das galhas no Estado do Paraná. As coletas foram realizadas em uma trilha de 300m de comprimento e 5m de largura, através de busca ativa até dois metros de altura. Foram encontrados 41 morfotipos de galhas, dos quais treze tiveram a planta hospedeira identificada ao nível de espécie, dez ao nível de gênero, dez ao nível de família e oito morfotipos não foram identificados. Entre as famílias identificadas, Solanaceae, Asteraceae, Euphorbiaceae, Bignoniaceae, Melastomataceae e Leguminosae-Fabaceae representaram as maiores riquezas de galhas. A maioria ocorreu em folha (39%); 98,6% são entomógenas; 70,7% são glabras, e quanto à forma, a maioria foi classificada como globóide (43,9%). Quanto à forma de agrupamento das galhas nas plantas hospedeiras, 46,3% apresentaram-se de forma isolada, e 53,7% de forma agrupada. Este trabalho contribuiu para o enriquecimento do conhecimento sobre as galhas no Estado do Paraná e para o Bioma Mata Atlântica.

Palavras-chave


Insetos galhadores; Plantas hospedeiras; Caracterização morfológica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.2015v36n2p15

Direitos autorais 2016 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367