Contribuições da residência em enfermagem na atuação profissional de egressos

Camila Severi Zanoni, Maria do Carmo Lourenço Haddad, Mariana Angela Rossaneis, Marli Terezinha Oliveira Vannuchi, Raquel Gvozd

Resumo


Este estudo objetivou investigar as contribuições da residência em enfermagem na atuação profissional de egressos. Trata-se de um estudo descritivo, com abordagem quantitativa, que teve como participantes de pesquisa enfermeiros que cursaram a residência em enfermagem de uma instituição universitária pública localizada no sul do Brasil. Os critérios de inclusão foram: ter concluído o curso de residência de enfermagem na instituição de estudo (2006 a 2011) e concordar em participar da pesquisa, aprovada pelo Comitê de Ética em pesquisa da instituição tendo CAAE nº 0246.0.268.000-11. Os dados foram coletados por meio de formulário on-line, enviado aos egressos via e-mail, com perguntas abertas e fechadas. Até 2011, 90 enfermeiros haviam sido formados nas modalidades de residência em enfermagem, sendo a maioria jovem e recém-formada. Destes, 65 (72,2%) responderam ao formulário, 86,1% relataram estar trabalhando, divididos em atividades assistenciais (64%), gerenciais (30%), de ensino (25%) e de pesquisa (13%). Citaram competências adquiridas na residência, como visão crítica, ser agente transformador, atuar em equipe, usar o processo de enfermagem, atuar na gerência, desenvolver pesquisa, atuar com ética, entre outras. Ressaltaram sugestões para possíveis alterações no programa da especialização a fim de suprir as deficiências enfrentadas. A residência mostrou-se de grande contribuição para o desenvolvimento da maioria das competências profissionais exigidas do enfermeiro, sendo, portanto, um treinamento em serviço que oferece suporte educacional e práticas diversas, tornando o residente um profissional crítico, capaz de soluções mais resolutivas, além de propiciar a difusão do conhecimento por meio da produção científica.

Palavras-chave


Enfermagem; Especialização; Prática profissional; Capacitação em serviço.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.2015v36n1Suplp215

Direitos autorais 2016 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367