A percepção do cuidador familiar de idosos dependentes sobre o papel do profissional da saúde em sua atividade

Maíra Caroline de Oliveira, Mariana Laís Boaretto, Lizyana Vieira, Keila Okuda Tavares

Resumo


Objetivo: conhecer a opinião de cuidadores de idosos dependentes sobre como o profissional da saúde pode atuar no intuito de auxiliá-lo a ser um bom cuidador. Materiais e Métodos: Trata-se de um estudo qualitativo descritivo-exploratório com amostra composta por cuidadores familiares de idosos dependentes. A coleta de dados foi baseada na pergunta orientadora: “O que você acha que os profissionais da saúde poderiam fazer para te ajudar a ser um bom cuidador(a) de idosos dependentes?”. Resultados: Foram entrevistados 13 cuidadores. Por meio da análise das falas transcritas foi possível obter três categorias temáticas: (1) Desconhecimento de alguns cuidadores sobre como os profissionais de saúde pode os ajudar em sua atividade; (2) Orientações e demonstrações: algo que poderia auxiliar o cuidador e o idoso dependente; (3) Ajuda psicológica e redes de apoio: fundamental para o idoso e também para o cuidador. Conclusão: A maioria dos entrevistados não apresentava informações e orientações necessárias para realizar os cuidados específicos com o idoso de maneira adequada, evidenciando a importância da atuação dos profissionais da saúde no sentido de repassar orientações e promover treinamento de habilidades específicas, fornecer ajuda psicológica especializada e estimular a formação de grupos de apoio para auxiliar tanto o cuidador como o idoso dependente.


Palavras-chave


Cuidadores familiares; Profissionais da saúde; Idoso dependente.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.2014v35n2p81

Direitos autorais 2016 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367