Academia e serviços de saúde na consolidação do internato de enfermagem

Simone Domingues Garcia, Marli Terezinha Oliveira Vannuchi, Carolina Zandonadi Ciciliato, Beatriz Silva Ignotti

Resumo


O estudo objetivou analisar a percepção de docentes e enfermeiros sobre a estruturação do internato de enfermagem de uma universidade pública. Utilizou-se a metodologia qualitativa. A coleta de dados foi de março a agosto de 2012 por meio da ferramenta eletrônica Google Docs, com o uso de questões abertas e fechadas. Os 27 participantes do estudo foram enfermeiros docentes e dos serviços utilizados como campo de estágio do internato de enfermagem. A análise dos dados possibilitou o estabelecimento de duas categorias: Parceria entre academia e serviços de saúde: da construção a realização do internato e avaliação do internato de enfermagem: da estruturação a efetividade. Os resultados demonstraram que a base da consolidação do internato de enfermagem é a parceria da academia com as instituições de saúde e o fortalecimento de propostas pedagógicas inovadoras, além da sistemática de avaliações participativas entre os envolvidos pautadas na realidade exigida do mercado de trabalho.

Palavras-chave


Educação em enfermagem; Enfermagem; Apoio institucional.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.2015v36n1Suplp123

Direitos autorais 2016 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367