Avaliação do princípio da coordenação na atenção primária à saúde da criança em Londrina-Pr

Gisleine Tíemi Souza, Barbara Andrade Alves, Mauren Teresa Grubisich Mendes Tacla, Neusa Collet, Beatriz Rosana Gonçalves Oliveira Toso

Resumo


Atenção Primária à Saúde é um conjunto de funções que fornecem promoção, proteção, prevenção, tratamento e é considerada porta de entrada ao sistema de saúde. Possui quatro atributos essenciais: acesso de primeiro contato, longitudinalidade, integralidade e coordenação. Coordenação é a articulação entre os diversos serviços e ações relacionadas à saúde, que necessitam estar sincronizadas e contínuas para os atendimentos prestados, independentemente do local em que ocorrem. O objetivo do estudo foi avaliar o princípio da coordenação da atenção primária à saúde da criança nas 39 Unidades Básicas de Saúde da área urbana de Londrina-PR. Trata-se de pesquisa multicêntrica, realizada em Cascavel-PR, Londrina-PR e João Pessoa-PB, na forma descritiva e de natureza quantitativa, com a utilização do instrumento PCATool-Brasil, versão criança. Neste instrumento, a coordenação é subdividida em integração de cuidados, que refere à relação entre o serviço básico de saúde e de especialidades; e o sistema de informações que avalia os registros de saúde e a disponibilização dos prontuários. Dos 609 entrevistados, 29,2% relataram que a criança foi consultada pelo médico especialista. O escore da coordenação – integração de cuidados foi 7,393 e o escore da coordenação – sistema de informações 7,620. Das 8 perguntas do atributo da coordenação que podem ser avaliados por índices numéricos, três perguntas ficaram com escores abaixo de 6,6. Para que o atributo esteja de acordo com os preceitos da atenção primária à saúde, o escore deve estar acima desse valor. Conclui-se que o atributo coordenação obteve alto escore, apesar de três perguntas com escore baixo.

Palavras-chave


Atenção primária à saúde; Saúde da criança; Continuidade da assistência ao paciente.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.2015v36n1p39

Direitos autorais 2016 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367