Crianças com câncer: caracterização das internações em um hospital escola público

Débora Fernanda Vicentini Bauer, Rosângela Aparecida Pimenta Ferrari, Taísa Bastos dos Reis, Mauren Teresa Grubisich Mendes Tacla

Resumo


Trata-se de estudo quantitativo descritivo para caracterizar as internações de crianças com câncer, entre 2005 e 2009, em Londrina-PR. Do total, 52,2% eram do sexo masculino e 43% tinham entre 1 a 4 anos. Os tipos de câncer mais encontrados foram as leucemias, sendo hematologia a clínica médica mais frequente (35,8%) e quimioterapia o tratamento mais utilizado (34,2%). Quanto à mortalidade, houve predomínio das leucemias (36,0%) no sexo feminino (56,0%) na idade de 1 a 4 anos (56,0%). Os resultados do presente estudo permitiram caracterizar a população pediátrica com câncer. Estes dados podem contribuir para a tomada de decisões dos gestores de saúde no enfrentamento e planejamento da assistência a esse grupo populacional, bem como fornecer subsídios para a formulação de hipóteses em estudos epidemiológicos a serem investigadas futuramente e favorecer a excelência multiprofissional.

Palavras-chave


Criança; Serviço hospitalar de oncologia; Perfil de saúde;

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.2015v36n1Suplp9

Direitos autorais 2016 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367