Desempenho dos métodos de identificação de leveduras de água engarrafada: alta prevalência de Candida parapsilosis

Kelly Ishida, Mirian Ueda Yamaguchi, Tania Ueda Nakamura, Benedito Prado Dias Filho, Sueli Fumie Yamada-Ogatta, Celso Vataru Nakamura

Resumo


Leveduras do gênero Candida podem colonizar epitélio e mucosa dos organismos vertebrados, entretanto, podem causar infecções em vários lugares do corpo. Espécies de Candida, também, podem ser encontradas em água e são consideradas um potencial indicador da qualidade de água. Neste trabalho, foram avaliados três métodos de identificação de leveduras isoladas de água engarrafada (seminested PCR, cultura no meio CHROMagar Candida e sistema de identificação Candifast). Foram utilizados 27 isolados de água engarrafada e comparados com 22 isolados clínicos de fluido vaginal. Seminested PCR tem mostrado especificidade e sensibilidade para a identificação das espécies de Candida. Candida albicans e Candida parapsilosis foram as espécies prevalentes do fluido vaginal e da água engarrafada, respectivamente. Cultura em CHROMagar e o sistema Candifast tiveram baixa concordância com snPCR (40,9% e 45,5%, respectivamente) na identificação de leveduras de fluido vaginal. Em contrapartida, CHROMagar Candida pode ser usado em identificação presuntiva de leveduras de água engarrafada apresentando concordância de 81,5% com o método snPCR.


Palavras-chave


Candida; Água engarrafada; Métodos de identificação; Leveduras.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.2013v34n2p205

Direitos autorais 2016 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367