Aves do Campus do Instituto Federal de Educação em Iporá, Estado de Goiás

Daniel Blamires, Jaqueline Basílio de Oliveira

Resumo


Poucos estudos com aves em ambientes urbanos foram desenvolvidos no interior de Goiás. Assim, o propósito deste trabalho foi inspecionar a estrutura da comunidade de aves do Instituto Federal Goiano em Iporá. Quarenta e oito amostragens semanais foram realizadas entre setembro de 2010 e agosto de 2011. Os registros foram feitos ao longo de uma trilha no perímetro da área. Registramos um total de 73 espécies, distribuídas em 35 famílias, sendo Tyrannidae a família com maior riqueza (9,6% do total). A estimativa de riqueza segundo a análise Jacnkife1 foi de 88,6 espécies, demonstrando assim que uma parcela significativa da avifauna local foi registrada. A distinção em categorias de ocorrência demonstrou um predomínio de espécies ocasionais e prováveis residentes, com poucas espécies residentes. A classificação em categorias tróficas demonstrou um predomínio de espécies onívoras e insetívoras, tal como esperado para áreas antropizadas. A maioria das espécies foi classificada como de baixa sensitividade aos impactos antrópicos. Este trabalho demonstra a importância da área estudada para a manutenção de uma avifauna. Recomendamos mais estudos similares, a fim de ampliar o conhecimento da avifauna em localidades urbanizadas do Centro–Oeste Goiano.

Palavras-chave


Ecologia urbana; Comunidade; Riqueza; Estado de Goiás.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.2013v34n1p45

Direitos autorais 2016 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367