A administração de esteróides sexuais no inicio da gravidez provoca malformações fetais?

Rozangela de Lucca Martins Sachetim

Resumo


 

A análise dos dados disponíveis conduz a presente revisão a concluir que não está provado que o uso de progestágeno e/ou estrógeno durante a gravidez humana, cause anomalias do desenvolvimento em órgãos e tecidos extragenitais. Os dados também não permitem concluir que estes hormônios sexuais administrados durante a gravidez não possam, sob condições especiais, a serem definidas, ter algum efeito adverso no desenvolvimento fetal humano. Recomenda-se um estudo prospectivo para se estabelecer se há ou não uma correlação entre o uso de esferóides sexuais e malformações somáticas. Enquanto este estudo não for realizado, será prudente evitar o uso destas drogas durante a gestação.

 


Palavras-chave


Anticoncepcionais orais; Pílula; Gravidez; Anovulatório.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0375.1984v4n15p515

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semin., Ciênc. Exatas Tecnol.

Londrina - PR

E-ISSN: 16790375

DOI: 10.5433/1679-0375

E-mail: seminaexatas@uel.br

 

 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional