Efeitos dos métodos de cura e temperaturas nas propriedades mecânicas de concretos de pós reativos

Carlos Eduardo Tino Balestra, Gustavo Savaris, Fulvio Natércio Feiber, Rodolfo Belasco, Éric Lovera Hirano

Resumo


Concretos de pós reativos são um dos compósitos cimentícios mais avançados apresentando alta resistência mecânica combinada com uma densa e modificada microestrutura comparada a um concreto ordinário. Este elevado desempenho é obtido através do processo de cura, empregando tratamento térmico, que tem como finalidade potencializar as reações pozolânicas dos constituintes presentes neste concreto, promovendo mudanças vantajosas na microestrutura do material. Esta pesquisa avaliou a influência de diferentes métodos de cura térmica (convencional, submersa, a vapor e ao ar quente) sob diferentes temperaturas (230C, 500C, 700C e 900C) na resistência a compressão de concretos de pós reativos, resultando em uma variação superior a 70% na resistência à compressão entre diferentes métodos de cura, onde foi concluído que a cura pelo método a vapor é a mais eficiente. A temperatura de cura de 900C resultou nos maiores valores de compressão para os corpos de prova testados.


Palavras-chave


Concretos de Pós Reativos; Cura Térmica; Resistência à Compressão; Propriedades Mecânicas

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0375.2018v39n1p69

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semin., Ciênc. Exatas Tecnol.

Londrina - PR

E-ISSN: 16790375

DOI: 10.5433/1679-0375

E-mail: seminaexatas@uel.br

 

 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional