Linearização no modelo ASM1 para a solução de equações de transporte de poluentes

Neyva Maria Lopes Romeiro, Rigoberto Gregorio Sanabria Castro, Sandra Mara Cardoso Malta

Resumo


Propomos reduzir a complexidade existente nos modelos não-lineares BIOMOC e ASM1, aplicando a primeira ordem da expansão em série de Taylor nos termos cujos processos reativos são não-lineares. Uma das vantagens dos modelos linearizados é a conservação das variáveis do modelo não linear. Porém a característica principal desta metodologia refere-se ao tempo computacional obtido nas simulações numéricas, que é muito menor do que o referente aos resultados do modelo não-linear. Apresentamos resultados numéricos que demonstram a efciência, precisão e robustez, da técnica proposta em casos conhecidos da literatura, utilizando o método semi-discreto de elementos finitos.


Palavras-chave


Modelos não lineares; Método de elementos finitos; ASM1.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0375.2008v29n1p45

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semin., Ciênc. Exatas Tecnol.

Londrina - PR

E-ISSN: 16790375

DOI: 10.5433/1679-0375

E-mail: seminaexatas@uel.br

 

 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional