Determinação de Mn e Zn por FAAS após tratamento em microescala de óxidos mistos para sua caracterização

Camila Corrêa Pereira, Eliézer Quadro Oreste, Alexander Ossanes de Souza, Marcela Betta Olimpio do Nascimento, Rodrigo José Corrêa, Daniela Bianchini, Anderson Schwingel Ribeiro, Emerson Schwingel Ribero

Resumo


Este trabalho apresenta uma metodologia na determinação de Mn e Zn em amostras a base de sílica por espectrometria de absorção atômica com chama após tratamento em microescala para a caracterização de óxidos mistos. Para o tratamento das amostras, foram utilizados cerca de 10 mg de óxido misto, 50 µL de HF, 50 µL de HNO3, 25 µL de H2O2 com aquecimento por micro-ondas e diluição final de 2,0 mL. O procedimento foi aplicado para a determinação de Mn e Zn, e os resultados foram comparados com a técnica semiquantitativa de fluorescência de raios-X. A exatidão foi avaliada por testes de recuperação (93,5 a 100,7 %) e RSD abaixo de 9 %.


Palavras-chave


Óxidos Mistos; Preparação de Amostras em Microescala; FAAS

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0375.2017v38n1p21

Semin., Ciênc. Exatas Tecnol.

Londrina - PR

E-ISSN: 16790375

DOI: 10.5433/1679-0375

 

 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional