Interferência da adição de fibras de polipropileno e finos de basalto na resistência mecânica de micro-concreto

André Meneghel Rando Junior, Leonardo Guerra, Gilson Morales

Resumo


Este estudo propõe adicionar resíduos de basalto e fibras de polipropileno ao micro-concreto observando sua resistência à tração e à compressão, bem como sua trabalhabilidade. Foi estabelecido inicialmente o traço de referência de concreto convencional 1:2:3 em massa, a relação água/cimento 0.47 e desenvolvidos traços com diferentes teores de adições. Foi fixada uma consistência padrão a partir do traço de referência, a qual foi mantida com o uso de aditivo plastificante. Verificou-se que os concretos com as adiçoes apresentaram-se mais untuosos e fáceis de manusear que o concreto de referência, mesmo com o mesmo abatimento. Ocorreu um aumento de 30% na resistência mecânica à compressão comparado ao concreto convencional, que se considera ser pelo efeito filer do pó de basalto e um pouco pela interferência das fibras na progressão das fissuras térmicas. Não se verificou alteração considerável na resistência à tração. O estudo revelou que os materiais ensaiados são compatíveis em função do desempenho apresentado pelas misturas, tanto no estado fresco, quanto no estado endurecido. Pelos resultados mecânicos apresentados de resistência à tração e compressão concluiu-se que o uso desse material é viável para a produção de micro-concreto.

Palavras-chave


Concreto Reforçado com Fibras; Micro-Concreto com Fibras; Resíduo Basáltico; Fibras de Polipropileno.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0375.2019v40n1p55

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semin., Ciênc. Exatas Tecnol.

Londrina - PR

E-ISSN: 16790375

DOI: 10.5433/1679-0375

E-mail: seminaexatas@uel.br

 

 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional