Seleção de linhagens de Xanthomonas campestris para a produção de goma xantana

Márcia de Mello Luvielmo, Claire Tondo Vendruscolo, Adilma Regina Pippa Scamparini

Resumo


Pesquisas para a descoberta de novas cepas produtoras do biopolímero vêm despertando o interesse de inúmeros pesquisadores, que procuram por microrganismos com capacidade de produção de goma e qualidade superiores às existentes. O estudo em questão selecionou os patovares X. campestris pv. manihotis 280-95, X. campestris pv. begoniae 1138-95 e X. campestris pv. dieffenbachiae 1429-00, como os de melhor desempenho, com uma produção de goma xantana de 10,8 g/L, 9,0 g/L e 8,5 g/L, respectivamente. Sendo a linhagem 280-95 a de melhor desempenho em produção e qualidade. O estresse alcalino aplicado no processo de produção da goma xantana da X. campestris pv. manihotis 280-95, aumentou em 40,76% a produção da goma, merecendo um estudo mais profundo, a fim de determinar as melhores condições para a aplicação desse processo.

Palavras-chave


Xanthomonas campestris; Seleção; Goma xantana; Estresse alcalino; Viscosidade; Otimização.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0375.2007v28n2p161

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semin., Ciênc. Exatas Tecnol.

Londrina - PR

E-ISSN: 16790375

DOI: 10.5433/1679-0375

E-mail: seminaexatas@uel.br

 

 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional