Vigas pregadas de madeira com seção composta I

Jorge Luís Nunes de Góes, Antonio Alves Dias

Resumo


O emprego de peças compostas de madeira, formadas pela união de peças de dimensões comerciais, vem alcançando importância no setor de estruturas de madeira do Brasil, principalmente em virtude da gradativa escassez de peças de grandes dimensões. As peças compostas possuem vasta aplicação, desde vigas para edificações residenciais até longarinas de pontes de pequenos vãos. Este trabalho tem como objetivo o estudo teórico e experimental de vigas pregadas de madeira com seção composta I. São apresentados e avaliados os procedimentos de cálculo das normas EUROCODE 5/93 e NBR 7190/97, bem como a teoria a respeito do assunto. A aferição experimental dos modelos teóricos em estudo foi feita por meio de ensaios de flexão em protótipos de vigas compostas. Os resultados obtidos demonstram que o modelo do EUROCODE 5/93 é o mais indicado para estimar a rigidez efetiva, tensões normais e de cisalhamento, bem como a força nos conectores.


Palavras-chave


Vigas compostas; Estruturas de madeira; Rigidez de ligações.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0375.2003v24n1p35

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semin., Ciênc. Exatas Tecnol.

Londrina - PR

E-ISSN: 16790375

DOI: 10.5433/1679-0375

E-mail: seminaexatas@uel.br

 

 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional