Emprego da Madeira Roliça na Habitação dos Índios Kaingáng

Ricardo Dias Silva, Débora Aparecida de Oliveira

Resumo


Este trabalho tem como objetivo descrever e analisar o processo evolutivo da habitação dos índios Kaingáng, tendo como enfoque principal a leitura tipológica dos abrigos e o registro do sistema construtivo em madeira, empregado na construção das moradias implantadas nas Terras Indígenas Apucaraninha, situado no município de Londrina. Por meio da consulta à relatos históricos publicados e da organização cronológica dos mesmos, a pesquisa segue com a elaboração da genealogia das habitações Kaingáng. A coleta de dados junto ao grupo foi realizada através de entrevistas informais, levantamento fotográfico e observações in loco. Nesta etapa, verificou-se tanto aspectos relacionados ao emprego da madeira roliça quanto dos demais elementos que compõe a construção. A matéria-prima usada em todo sistema construtivo é obtida na própria reserva, sendo a madeira utilizada tanto na estrutura como na vedação. As ligações são feitas por meio de encaixes e amarrações com cipó. Apesar da mistura de valores e significados que a comunidade Kaingáng vivencia, proporcionada pelo contato com outras culturas, preservam-se aspectos tradicionais relacionados à construção do “rancho”, não havendo domínio de outras técnicas pela maioria do grupo. Este registro vem contribuir para a identificação e compreensão de questões relevantes a construção do habitat humano.


Palavras-chave


Madeira Roliça; Habitação; Índios Kaingáng.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0375.2002v23n1p49

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Semina: Ciências Exatas e Tecnológicas/

Semina: Exact and Technological Sciences
Londrina - PR
ISSN Impresso/Print ISSN: 16765451

ISSN Eletrônico/EISSN: 16790375