Avaliação da atividade antioxidante e teor de compostos fenólicos em extrato metanólico obtido de folhas da Commiphora Myrrha

Celia Eliane de Lara da Silva, Rosilene Valota, Karimi Sater Gebara, Rogerio Cesar de Lara da Silva, Euclesio Simionatto

Resumo


O presente trabalho mostra o estudo da atividade antioxidante e quantificação do teor de compostos fenólicos determinados para o extrato metanólico obtido da Commiphora myrrha. O alto teor de compostos fenólicos foram avaliados frente ao seu potencial em seqüestrar radical livre por meio do modelo 2,2-difenil-1-picrizil hidrazil (DPPH) e comparados ao um padrão de rutina. O resultados mostram que a capacidade inibitória do extrato (IC50) foi de 0,21 mg.L-1. O extrato exerceu  uma atividade antioxidante de 91,3% quando comparados a capacidade sequestradora do padrão de rutina. O teor de compostos fenólicos do extrato foi avaliado pelo uso do reagente de Folin-Ciocalteu onde o IC50 determinado foi de 3,02 mg L-1. A concentração de fenóis totais determinada foi de  1,176 ± 0,263 mg equivalente de ácido gálico por g de extrato (n=5). Os resultados mostram que os extratos da C. myrrha possuem alto potencial antioxidante e estudos adicionais são necessários para isolamento, caracterização e uso de suas propriedades em aplicações farmacêuticas, nutricionais e cosmetológica.


Palavras-chave


Atividade antioxidante; Compostos fenólicos; DPPH; IC50

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0375.2013v34n1p117

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semin., Ciênc. Exatas Tecnol.

Londrina - PR

E-ISSN: 16790375

DOI: 10.5433/1679-0375

E-mail: seminaexatas@uel.br

 

 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional