Análise do efeito da camuflagem no tempo de segregação em regiões texturizadas utilizando o modelo de riscos proporcionais de Cox

Eduardo Yoshio Nakano, Juliana Ferrari Cunha

Resumo


Os seres humanos possuem visão tricromática. No entanto, variações nos genes podem provocar deficiências na visão em cores levando ao dicromatismo. O objetivo deste trabalho foi verificar a real eficiência dos dicromatas na quebra de camuflagem por cor. Participaram desse estudo nove indivíduos daltônicos e a resposta foi o tempo de segregação de alvos camuflados. O interesse foi comparar o tempo de resposta em várias condições de camuflagem e a análise dos dados foi realizada utilizando o modelo de riscos proporcionais de Cox.


Palavras-chave


Discromatopsia; Camuflagem; Análise de Sobrevivência; Riscos Proporcionais

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0375.2012v33n2p141

Semin., Ciênc. Exatas Tecnol.

Londrina - PR

E-ISSN: 16790375

DOI: 10.5433/1679-0375

 

 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional