Polpa de frutos adicionada ao meio de cultivo no crescimento in vitro de orquídea

Gilberto Rostirolla Batista de Souza, Alessandro Borini Lone, Ricardo Tadeu de Faria, Karen Sinéia de Oliveira

Abstract


 

Os frutos apresentam potencial para serem utilizados na elaboração de meios de cultivo para facilitar a produção de orquídeas em pequenas propriedades, contribuindo para a rentabilidade do cultivo. Objetivou-se com este trabalho analisar o crescimento in vitro de Cattleya bicolor Lindl. Cultivada em meio de cultivo simplificado e suplementado com polpa de diferentes frutos. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com oito plântulas por repetição e 10 repetições por tratamento, totalizando 80 mudas por tratamento. Os tratamentos foram o incremento de 150 g L-1 de polpa sem casca ou semente de Solanum lycopersicum L. maduro, Musa cavendishii L. entre verde e maduro, Sechium edule (Jacq.) Sw., Carica papaya L. maduro ou Cocos nucifera L. verde e o tratamento controle foi o MS 50 %. Os frascos foram mantidos em câmara de crescimento por sete meses antes das avaliações de porcentagem de sobrevivência das plântulas, comprimento da parte aérea (cm), número de folhas, porcentagem de enraizamento, número de raízes, comprimento das raízes e massa seca da parte aérea e das raízes. As maiores porcentagens de sobrevivência das plântulas foram para os meios de cultura MS 50 %, MS suplementado com banana e coco. Contudo, com os resultados de porcentagem de sobrevivência e porcentagem de enraizamento obtidos, é possível ressaltar os meios de cultivo MS 50 % e o suplementado com coco sobre os meios de cultivo mais tradicionais contendo polpas de banana ou tomate. O meio de cultivo simplificado suplementado com polpa de coco é o mais adequado como alternativa ao meio MS com metade dos macronutrientes para o crescimento in vitro de C. bicolor. O meio de cultura simplificado suplementado com polpa de mamão não é recomendado para o desenvolvimento in vitro de Cattleya bicolor Lindl.

 


Keywords


Meio de cultivo alternativo; Cattleya bicolor Lindl.; Conservação; Subcultivo; Coco.



DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.2013v34n3p1141

Semina: Ciênc. Agrár.
Londrina - PR
E-ISSN 1679-0359
DOI: 10.5433/1679-0359
E-mail: semina.agrarias@uel.br
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional