Aplicação foliar de silício e qualidade fisiológica de sementes de aveia-branca e trigo

Mariana Zampar Toledo, Gustavo Spadotti Amaral Castro, Carlos Alexandre Costa Crusciol, Rogério Peres Soratto, Cláudio Cavariani, Mariane Sayuri Ishizuka, Laís Bilia Picoli

Abstract


A nutrição das plantas pode influenciar positivamente a qualidade das sementes por proporcionar maior tolerância às adversidades climáticas. Neste contexto, o silício é atualmente considerado um micronutriente e tem efeito benéfico no crescimento das plantas, especialmente Poaceaes como aveia-branca e trigo, consequentemente melhorando a qualidade fisiológica das sementes. Este estudo objetivou avaliar os efeitos da aplicação foliar de silício no perfilhamento e teor do nutriente nas plantas e na qualidade fisiológica das sementes de aveia-branca e trigo além de estabelecer correlações entre os fatores. Foram realizados dois experimentos conduzidos no inverno com as culturas da aveia-branca e do trigo. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, com oito repetições. Os tratamentos constaram da aplicação foliar de silício (0,8% de silício solúvel, aplicado na forma de ácido ortosilícico estabilizado) e uma testemunha (sem aplicação). O teor de silício nas folhas foi determinado no florescimento; já a avaliação do perfilhamento, o número de plantas e de panículas/espigas por área foi determinado anteriormente à colheita. A qualidade das sementes foi avaliada logo após a colheita por meio de testes de massa, germinação e vigor. Os dados foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade. O teste de correlação linear de Person foi aplicado a fim de relacionar o teor de silício nas plantas, o perfilhamento e a qualidade das sementes. A aplicação foliar de silício aumenta o comprimento da raiz primária e total das plântulas de aveiabranca decorrente do maior teor de silício nas folhas. A aplicação foliar de silício aumenta a massa das sementes de trigo sem, contudo, afetar a germinação e o vigor.


Keywords


Avena sativa L.; Triticum aestivum L.; Germinação; Vigor; Nutrição de plantas; Ácido Ortosilícico.



DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.2012v33n5p1693

Semina: Ciênc. Agrár.
Londrina - PR
E-ISSN 1679-0359
DOI: 10.5433/1679-0359
E-mail: semina.agrarias@uel.br
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional