Soro ocorrência de anticorpos contra Toxoplasma gondii e transmissão vertical em vacas de corte (Bos indicus) abatidas

João Luis Garcia, Francisco Augusto Coelho Marques, Odilon Vidotto, Italmar Teodorico Navarro, Guilherme Felippelli Martins, Dauton Luiz Zulpo, Ivo Alexandre Leme da Cunha, Alessandra Taroda, Sérgio Tosi Cardim, Maria Paula de Carvalho Ewald

Abstract


Toxoplasma gondii é um protozoário reconhecido como um dos mais importantes parasitas em saúde pública. O objetivo do presente estudo foi avaliar a ocorrência de anticorpos contra T. gondii em vacas de corte zebuínas (Bos indicus) gestantes, e seus fetos, bem como, em vacas não gestantes abatidas em um matadouro no norte do Paraná. No presente estudo foram avaliadas 169 vacas, 92 prenhas (em diferentes fases de gestação) e 77 não prenhas. A ocorrência de anticorpos contra T. gondii foi realizada por meio da reação de imunofluorescência indireta (IFI) considerando animais positivos aqueles com títulos ? 50 para as vacas e ? 25 para os fetos. Sangue (EDTA) de vacas prenhas e amostras de sangue e tecidos (cérebro, pulmão, coração, e fígado) de seus fetos foram coletadas e utilizadas para o bioensaio em camundongos. Anticorpos contra T. gondii foram observados em 26,0% das vacas e em 2,5% dos fetos Não houve diferença quando a soropositividade de anticorpos foi comparado entre vacas gestantes (23,9%), e não gestantes (28,6%), bem como, a idade da gestação (p > 0,59). No entanto, a ocorrência de anticorpos aumentou com a idade dos animais (p = 0,004). O bioensaio mostrou três fetos positivos (3,2%), porém, nenhuma cepa foi isolada. O presente estudo mostrou que a transmissão transplacentária de T. gondii ocorre naturalmente em vacas de corte zebuínas do Brasil, no entanto, esta ocorrência foi baixa (5,4%). A maior ocorrência de anticorpos associada com a idade dos animais poderia estar relacionada a transmissão horizontal do T. gondii nestes animais.


Keywords


Toxoplasmose; Zebu; Transmissão vertical.



DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.2012v33n3p1095

Semina: Ciênc. Agrár.
Londrina - PR
E-ISSN 1679-0359
DOI: 10.5433/1679-0359
E-mail: semina.agrarias@uel.br
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional