Interferência de temperaturas de estocagem no desenvolvimento da microbiota mesófila, psicrotrófica, lipolítica e proteolítica de leite cru

Luana Martins Perin, Paula Mendonça Moraes, Michelle Vieira Almeida, Luís Augusto Nero

Abstract


Com o objetivo de comparar a contagem microbiana do leite cru em distintas condições de armazenamento, 20 amostras foram coletadas e alíquotas armazenadas em diferentes condições (4°C por 48 h, 7°C por 48 horas e 25°C por 4 h). As populações de microrganismos aeróbios mesófilos, coliformes e psicrotróficos (total, lipolíticos e proteolíticos) foram monitoradas e os resultados foram comparados pela análise de variância (ANOVA, P < 0,05). Psicrotróficos foram selecionados aleatoriamente e identificados. Aeróbios mesófilos e coliformes tiveram desenvolvimento significativo após 48 h em 7°C e 25°C. Para psicrotróficos, as diferenças foram evidentes em amostras com elevados níveis de contaminação inicial. Pseudomonas e Serratia foram as principais espécies identificadas. Considerando os resultados obtidos, as condições de armazenamento avaliadas permitiram o desenvolvimento de psicrotróficos, que foram mais evidentes em amostras com baixa qualidade microbiológica inicial.


Keywords


Armazenamento do leite; Leite cru; Qualidade microbiológica; psicrotróficos.



DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.2012v33n1p333

Semina: Ciênc. Agrár.
Londrina - PR
E-ISSN 1679-0359
DOI: 10.5433/1679-0359
E-mail: semina.agrarias@uel.br
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional