Quantificação da população de linfócitos B e das subpopulações de linfócitos T em bovinos infectados pelo vírus da leucose enzoótica bovina

Alice Maria Melville Paiva Della Libera, Maiara Garcia Blagitz, Camila Freitas Batista, Andreia Oliveira Latorre, Claúdia Regina Stricagnolo, Fernando Nogueira de Souza

Abstract


O objetivo do presente trabalho foi avaliar a frequência e número absoluto de linfócitos B e das subpopulações de linfócitos T em bovinos infectados pelo vírus da leucemia bovina (BLV) com distintos perfis leucocitários conhecidos como não leucêmicos (AL) e com linfocitose persistente (LP). Deste modo, 15 animais foram selecionados e divididos uniformemente em três grupos (negativo, AL e LP). A infecção pelo vírus da BLV foi detectada por imunodifusão em ágar gel e por ensaio imunoenzimático. A quantificação das populações de linfócitos B e T foi determinada por citometria de fluxo utilizando anticorpos monoclonais. Os resultados do presente estudo apontaram para aumento da população de linfócitos B, e também das células CD5+ e CD11b+, que geralmente são alvo da infecção pelo vírus da BLV, nos animais com LP. Consequentemente pode-se observar redução da porcentagem de linfócitos T, T CD4+ no sangue periférico, e de linfócitos T, T CD4+ e T CD8+ nas células mononucleares do sangue periférico isoladas por gradiente de centrifugação. No entanto, nenhuma alteração no número absoluto de linfócitos T, T CD4+ e T CD8+ no sangue periférico foi encontrada nos animais manifestando LP. Entretanto, encontrou-se correlação alta e significativa entre o número absoluto de linfócitos T e T CD8+ e o número absoluto de linfócitos B no sangue periférico nos animais manifestando LP, não encontrando a mesma correlação com os linfócitos T CD4+. Além disso, não foram observadas correlações significativas entre o número absoluto de linfócitos T, T CD4+ e T CD8+ e o número absoluto de linfócitos B no sangue periférico nos animais AL e negativos.


Keywords


Leucose enzoótica bovina; Linfocitose persistente; Linfócitos B; Linfócitos T.



DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.2012v33n4p1487

Semina: Ciênc. Agrár.
Londrina - PR
E-ISSN 1679-0359
DOI: 10.5433/1679-0359
E-mail: semina.agrarias@uel.br
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional