Estudos in vitro e in vivo de toxicidade de biopolímero de Agrobacterium radiobacter k84 (ARB)

Caroline Maria Calliari, Marciane Magnani, Alexandre Ykuio Saito, Pedro Sebastião Dionízio Filho, Aparecida Donizette Malvezi, Raúl Hernan Castro Gómez

Abstract


O melaço de cana-de-açúcar é uma fonte de carbono alternativa de menor custo que a glicose tradicionalmente utilizada em processos fermentativos. No presente estudo, um biopolímero solúvel de Agrobacterium radiobacter k84 (ARB) foi obtido por fermentação utilizando melaço de cana de açúcar como fonte de carbono em um processo com rendimento de 10,0 g.L-1. O ARB é composto de minerais (40%), carboidratos (35%) e proteínas (15%). O teste do efeito citotóxico do ARB in vitro nas concentrações de 2,5 mg/mL, 5,0 mg/mL e 10,0 mg/mL em células LLC MK2 (Rim de Macaco Rhesus) revelou uma concentração citotóxica 50% (CC50) de 9,32 mg/mL. Em estudo in vivo de toxicidade oral durante 30 dias, camundongos Swiss receberam por gavagem soluções de ARB nas concentrações de 5 mg/mL, 15 mg/mL, 50 mg/mL e 150 mg/mL (aproximadamente 25 mg/kg/dia, 75 mg/kg/dia, 250 mg/ kg/dia e 750 mg/kg/dia). Os resultados não apresentaram sinais hematológicos ou histopatológicos de efeitos adversos, levando a definir a dose sem efeito adverso observado (NOAEL) como 150 mg/mL (aproximadamente 750 mg/kg/dia).


Keywords


Melaço de cana; Fermentação; Citotoxicidade.



DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.2011v32n4Sup1p1915

Semina: Ciênc. Agrár.
Londrina - PR
E-ISSN 1679-0359
DOI: 10.5433/1679-0359
E-mail: semina.agrarias@uel.br
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional