Estudo genético de fatores de patogenicidade em Escherichia coli isoladas de suínos na região de Londrina, PR

Marilda Carlos Vidotto, Ernst Eckehardt Muller, Julio César de Freitas, Amauri Alcindo Alfieri

Abstract


No presente trabalho foram estudadas 25 culturas de E.coli isoladas de leitões com diarréia, quanto a produção dos seguintes fatores de virulência: enterotoxina terlábil (LT), enterotoxina termoestável (STa) e os fatores de colonização K88 e K99. Foi testada a produção de hemolisina, colicina V e resistência a drogas antimicrobianas, além do estudo de transferência por conjugação dos plasmidios Col V, STa, Hly e K88. Nove amostras (36% produziram hemolisina e Colicina V, 4 (16%) LT, 3 (12%) STa e 3 (12%) K88. Das 25 cepas estudadas, 24 (96%) mostraram resistência a drogas e 21 (84%) resistência múltipla., das amostras resistentes 12 (50%) transferiram os marcadores de resistência às drogas das 9 amostras colicinogênicas, 5 transferiram o plasmídio Col V. Em 1 das 3 cepas produtoras de STa, os genes para STa foram transferidos juntos com os da colicina V num mesmo plasmídio. Em outra cepa, o plasmídio STa foi transferido para amostra receptora simultaneamente com o plasmídio que codifica a produção de colicina V e resistência à tetraciclina e estreptomicina. A informação genética para produção de hemolisina e antígeno K88 não foram transferidos para amostras receptoras.

 

 


Keywords


Escherichia coli; Virulência; Plasmidios; Resistência a drogas.



DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.1986v7n0p38

Semina: Ciênc. Agrár.
Londrina - PR
E-ISSN 1679-0359
DOI: 10.5433/1679-0359
E-mail: semina.agrarias@uel.br
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional