Qualidade microbiológica em viveiros de criação de peixes com disposição seqüencial

Carla Fernandes Macedo, Luiz Augusto Amaral, Lúcia Helena Sipaúba-Tavares

Abstract


O estudo verificou aspectos sanitários em viveiros de criação de peixes com disposição seqüencial e o efeito dos efluentes de tanques em paralelo no sistema. Foram estudados seis viveiros de criação de peixes nos períodos de chuva e seca e analisados aspectos microbiológicos (coliformes termotolerantes, totais e bactérias heterotróficas), DBO5 e DQO. Houve contaminação na água de abastecimento por coliformes termotolerantes, seja de origem humana ou animal, comprometendo todos os viveiros estudados com índices sanitários indesejáveis e representando risco na criação de peixes. Foi encontrado um maior aporte de coliformes totais e bactérias heterotróficas no período de chuvas com diferenças significativas nos períodos amostrados em relação à DBO5 e coliformes totais. As altas temperaturas e as águas de escoamento favoreceram as concentrações elevadas de coliformes e bactérias heterotróficas no período de chuvas. Através dos resultados obtidos concluiu-se que os tanques paralelos e o período chuvoso tiveram maior influência que a própria disposição seqüencial dos viveiros.


Keywords


Bactérias Heterotróficas; Coliformes; Viveiros de Peixes.



DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.2011v32n2p701

Semina: Ciênc. Agrár.
Londrina - PR
E-ISSN 1679-0359
DOI: 10.5433/1679-0359
E-mail: semina.agrarias@uel.br
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional