Decrease in the number of agricultural farms in the state of Paraná, Brazil

Tiago Santos Telles, Gustavo Vaz da Costa, Gustavo Henrique Leite de Castro, Matheus Demambre Bachi, Antonio Carlos Laurenti

Abstract


Issues related to farms have begun to be discussed in a global context due to their importance in the economic development process, as they have a direct impact on the social transformations within and away from the countryside and are an important part of the system ensuring the food supply and food security for the population. Thus, the aim of this study was to characterize the trends in the number of farms in the rural areas of Paraná, Brazil, by main type of activity and by land size category for the period from 2002 to 2014. Data from the National Household Sample Survey were used, and the mean annual variation rates were calculated via Student’s t-test using a log-linear ordinary least squares regression model. A reduction of 3.5% per annum (pa) was seen in the number of farms, both in relation to main activities and land size. There was a sharper decline in the number of farms dedicated to soybean (8.9% pa) and corn (6.3% pa) production and in the number of farms ranging in size from 10 ha to < 100 ha of land (7.09% pa). This information may support the establishment of public actions focused on the farming sector in Paraná.

Keywords


PNAD; Employer; Self-employed; Agricultural activity; Area division.

Full Text:

PDF

References


ADAMOPOULOS, T.; RESTUCCIA, D. The size distribution of farms and international productivity differences. The American Economic Review, Nashville, v. 104, n. 6, p. 1667-1697, 2014.

ALCANTARA FILHO, J. L.; FONTES, R. M. O. A formação da propriedade e a concentração de terras no Brasil. Revista de História Econômica & Economia Regional Aplicada, Juiz de Fora, v. 4, n. 7, p. 63-85, 2009.

ARAÚJO, E. J. C.; ICHIKAWA, E. Y. Compreendendo o projeto de redes de referência para agricultura familiar a partir das representações sociais dos atores envolvidos. Organizações Rurais & Agroindustriais, Lavras, v. 13, n. 1, p. 39-52, 2011.

BALSADI, O. T. Trabalho e emprego na agricultura sulina em 2004-2014. Revista Política Agrícola, Brasília, v. 26, n. 4, p. 35-49, 2017.

BALSADI, O. V. Evolução das ocupações e do emprego na agropecuária do centro-oeste brasileiro no período 2001-05. Revista Informações Econômicas, São Paulo, v. 39, n. 1, p. 32-40, 2009.

BALSADI, O. V.; DEL GROSSI, M. E. Trabalho e emprego na agricultura brasileira um olhar para o período 2004-2014. Revista de Política Agrícola, Brasília, v. 25, n. 4, p. 82-96, 2016.

BAZOTTI, A.; NAZARENO, L. R.; CINTRA, A. P. U. Um ensaio sobre as famílias agrícolas paranaenses a partir das PNADs 1992, 1998, 2005 e 2007. Revista Paranaense de Desenvolvimento, Curitiba, v. 30, n. 117, p. 123-145, 2009.

BOFF, H.; RESENDE, M. Concentração industrial. In: HASENCLEVER, L.; KUPFER, D. (Org.). Economia industrial: fundamentos teóricos e práticos no Brasil. Rio de Janeiro: Campus, 2002. p. 73-90.

BUAINAIN, A. M.; DEDECCA, C. S. Mudanças e reiteração da heterogeneidade do mercado de trabalho agrícola. In: GASQUES, J.; VIEIRA FILHO, J.; NAVARRO, Z. (Org.). A agricultura brasileira: desempenho, desafios e perspectivas. Brasília: IPEA, 2010. p. 123-156.

COSTA JUNIOR, G.; BACHA, C. J. C. Análise do pessoal ocupado no meio rural do Paraná de 2000 a 2010. Revista Pesquisa & Debate, São Paulo, v. 27, n. 1, p. 91-107, 2016.

DEININGER, K.; BYERLEE, D. The rise of large farms in land abundant countries: do they have a future? World Development, Oxford, v. 40, n. 4, p. 701-714, 2012.

DEL GROSSI, M.; GRAZIANO DA SILVA, J. Mudanças recentes no mercado de trabalho rural. Parcerias Estratégicas, Brasília, v. 11, n. 22, p. 201-216, 2006.

EASTWOOD, R.; LIPTON, M.; NEWELL, A. Farm size. In: PINGALI, P. L.; EVENSON, R. E. (Ed.). Handbook of agricultural economics. Elsevier: North Holland, 2010. v. 4, p. 3323-3397.

FERREIRA, B.; BALSADI, O. V.; FREITAS, R. E.; ALMEIDA, A. N. Ocupações agrícolas e não agrícolas: trajetória e rendimentos no meio rural brasileiro. In: DE NEGRI, J. A.; DE NEGRI, F.; COELHO, D. (Org.). Tecnologia, exportação e emprego. Brasília: IPEA, 2006. p. 445-488.

FUENTES-LLANILLO, R.; DEL GROSSI, M. E.; SANTOS, F. O.; MUNHOS, P. D.; GUIMARÃES, M. F. Regionalização da agricultura do Estado do Paraná, Brasil. Ciência Rural, Santa Maria, v. 36, n. 1, p. 120-127, 2006.

GREENE, W. H. Econometric analysis. 6th ed. Upper Saddle River: Prentice Hall, 2008. 1216 p.

HAZELL, P.; POULTON, C.; WIGGINS, S.; DORWARD, A. The future of small farms: trajectories and policy priorities. World Development, Oxford, v. 38, n. 10, p. 1349-1361, 2010.

HELFAND, S.; PEREIRA, M.; SOARES, W. Pequenos e médios produtores na agricultura brasileira: situação atual e perspectivas. In: BUAINAIN, A. M.; ALVEZ, E.; SILVEIRA, J. M.; NAVARRO, Z. (Org). O mundo rural no Brasil do século XXI: a formação de um novo padrão agrário e agrícola. Brasília: EMBRAPA, 2014. p. 533-558.

HIGH LEVEL PANEL OF EXPERTS ON FOOD SECURITY AND NUTRITION - HLPE. Investing in smallholder agriculture for food security. Rome: FAO, 2013.

HIRSCHMAN, A. O. The paternity of an index. The American Economic Review, Nashville, v. 54, n. 5, p. 761-762, 1964.

HOFFMANN, R. Distribuição da renda agrícola e sua contribuição para a desigualdade de renda no Brasil. Revista de Política Agrícola, Brasília, v. 20, n. 2, p. 5-22, 2011.

HOFFMANN, R.; NEY, M. G. Estrutura fundiária e propriedade agrícola no Brasil, grandes regiões e unidades da federação. Brasília: Ministério do Desenvolvimento Agrário, 2010. 108 p.

LAURENTI, A. C. Evolução da ocupação e do rendimento das pessoas no meio rural do Paraná no período 2001-2009. Revista Paranaense de Desenvolvimento, Curitiba, v. 34, n. 124, p. 175-199, 2013.

LAURENTI, A. C.; PELLINI, T.; TELLES, T. S. Evolução da ocupação e do rendimento das pessoas no espaço rural brasileiro no Período de 2001 a 2009. Revista de Economia e Sociologia Rural, Curitiba, v. 54, n. 2, p. 321-342, 2015.

LOWDER, S. K.; SKOET, J.; RANEY, T. The number, size, and distribution of farms, smallholder farms, and family farms worldwide. World Development, Oxford, v. 87, p. 16-29, 2016.

MAIA, A. G.; BUAINAIN, A. M. O novo mapa da população rural brasileira. Confins, Paris, n. 25, p. 1-26, 2015.

MAIA, A. G.; SAKAMOTO, C. S. A nova configuração do mercado de trabalho agrícola brasileiro. In: BUAINAIN, A. M.; ALVES, E.; SILVEIRA, J. M.; NAVARRO, Z. (Org.). O mundo rural no Brasil do século 21: a formação de um novo padrão agrário e agrícola. Brasília: EMBRAPA, 2014. p. 591-619.

MASTERS, W. A.; DJURFELDT, A. A.; DE HAAN, C.; HAZELL, P.; JAYNE, T.; JIRSTRO, M.; REARDON, T. Urbanization and farm size in Asia and Africa: implications for food security and agricultural research. Global Food Security, Amsterdam, v. 2, n. 3, p. 156-165, 2013.

MATTEI, L. Emprego agrícola: cenários e tendências. Estudos Avançados, São Paulo, v. 29, n. 85, p. 35-52, 2015.

NEDER, H. D. Estrutura do mercado de trabalho agrícola no Brasil: uma análise descritiva da evolução de suas categorias entre 1995 e 2006. In: BUAINAIN, A. M.; DEDECCA, C. (Org.). Trabalho e emprego na agricultura brasileira. Brasília: IICA, 2008. p. 156-182.

NEY, M. G.; HOFFMANN, R. A contribuição das atividades agrícolas e não-agrícolas para a desigualdade de renda no Brasil rural. Economia Aplicada, Ribeirão Preto, v. 12, n. 3, p. 365-393, 2008.

______. Desigualdade de renda na agricultura: o efeito da posse da terra. Economia, Niterói, v. 4, n. 1, p. 113-152, 2003.

PRONI, M. W. Mapeamento do trabalho agrícola no Brasil. In: MORETTO, A.; KREIN, J. D.; POCHMANN, M.; MACAMBIRA, J. (Org.). Economia, desenvolvimento regional e mercado de trabalho do Brasil. Fortaleza: Instituto de Desenvolvimento do Trabalho, Banco do Nordeste do Brasil, Centro de Estudos Sindicais e de Economia do Trabalho, 2010. p. 139-176.

PRONI, M. W.; GARRIDO, F. L. Agricultura, desigualdade regional e trabalho no Brasil. Revista da ABET, João Pessoa, v. 5, n. 1, p. 219-247, 2005.

RESENDE, M. Medidas de concentração industrial: uma resenha. Revista Análise Econômica, Porto Alegre, v. 12, n. 21-22, p. 24-33, 1994.

SAKAMOTO, C. S.; MAIA, A. G. Dinâmica do mercado de trabalho agrícola e impactos sobre a distribuição de rendimentos nos anos 2000. Revista da ABET, João Pessoa, v. 11, n. 2, p. 11-31, 2012.

SAUER, S.; LEITE, S. P. Agrarian structure, foreign investment in land, and land prices in Brazil. The Journal of Peasant Studies, Londres, v. 39, n. 3-4, p. 873-898, 2012b.

______. Expansão agrícola, preços e apropriação de terra por estrangeiros no Brasil. Revista de Economia e Sociologia Rural, Piracicaba, v. 50, n. 3, p. 503-524, 2012a.

STADUTO, J. A. R.; NASCIMENTO, C. A.; SOUZA, M. Ocupações e renda das mulheres e homens no rural do estado do Paraná, Brasil: uma perspectiva de gênero. Cuadernos de Desarrollo Rural, Santafé de Bogotá, v. 10, n. 72, p. 91-115, 2013.

SUMNER, D. A. American farms keep growing: size, productivity, and policy. Journal of Economic Perspectives, Nashvile, v. 28, n. 1, p. 147-166, 2014.

TELLES, T. S.; COSTA, G. V.; BACCHI, M. D.; LAURENTI, A. C. Evolução da população rural ocupada nas Grandes Regiões do Brasil entre 2001 e 2009. Interações, Campo Grande, v. 18, n. 1, p. 17-26, 2017.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.2019v40n1p127

Semina: Ciênc. Agrár.
Londrina - PR
E-ISSN 1679-0359
DOI: 10.5433/1679-0359
E-mail: semina.agrarias@uel.br
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional