Composição química e atividade antifúngica do óleo essencial de poejo em diferentes estágios de desenvolvimento

Ana Paula do Amaral Mônaco Foganholi, Juliana Feijó de Souza Daniel, Débora Cristina Santiago, Juliane Resges Orives, Jurandir Pinto Pereira, Terezinha de Jesus Faria

Abstract


 

O objetivo deste estudo foi comparar o rendimento, a composição química e a atividade antifúngica do óleo essencial de Mentha pulegium (poejo) em diferentes estágios de desenvolvimento, cultivada sob condições controladas no sul do Brasil. A hidrodestilação de folhas frescas de M. pulegium, coletadas aos 60, 70 e 85 dias após o transplante, apresentou rendimento de óleo essencial de 0,17 %, 0,23 % e 0,17 %, respectivamente. Todas as amostras de óleo apresentaram atividade contra Cladosporium herbarum. Através das análises de cromatografia gasosa (GC) e GC/MS do óleo essencial, foram identificados onze constituintes, sete (mentona, isomentona, neoisomentol, pulegona, piperitona, 1.1- dimetoxi-2- nonino e piperitenona) comuns às três amostras, enquanto dois outros (mentofurano, mirtenal) foram detectados somente nas amostras da primeira e segunda coletas. A pulegona foi o principal constituinte nas duas primeiras amostras (26,65 %), seguida pela piperitenona (20,41; 12,60 %). A concentração de pulegona aumentou para 31,05 % na última coleta, porém o constituinte majoritário foi a piperitenona (36,32 %). Os resultados demonstraram que o óleo essencial de M. pulegium apresenta potencial como agente antifúngico e sua composição química depende do estágio de desenvolvimento da planta.


Keywords


Mentha pulegium; Pulegona; Piperitenona; Antifúngica; Cladosporium herbarum.

Full Text:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.2015v36n5p3091

Semina: Ciênc. Agrár.
Londrina - PR
E-ISSN 1679-0359
DOI: 10.5433/1679-0359
E-mail: semina.agrarias@uel.br
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional