Atividade reprodutiva e resposta à sincronização de estro no pós-parto em cabras mestiças de anglonubiana x sprd alimentadas com o fruto desidratado da carnaubeira (Copercinia prunifera) por longo tempo

Aline Maia Silva, Cláudio Henrique de Almeida Oliveira, César Carneiro Linhares Fernandes, Liliane Moreira Silva, Diana Celia Nunes-Pinheiro, Antonio Amaury Oriá Fernandes, Isadora Machado Teixeira Lima, Cleidson Manoel Gomes da Silva, Davide Rondina

Abstract


 

O presente estudo avaliou o uso do fruto da carnaubeira desidratado em 28 cabras no período pós-parto alimentadas com dieta contendo feno de Tifton e concentrado comercial a base de milho (WCWP) ou com o fruto da carnaubeira (CWP). A sincronização de estro foi realizada aos 90 dias pós-parto e todas as fêmeas foram cobertas. No grupo CWP, em relação ao grupo WCWP, o consumo de matéria seca foi significativamente menor (646.48 ± 11.03 g vs. 739.29 ± 3.24 g, respectivamente; P < 0.01). O tempo para o aparecimento do primeiro corpo lúteo funcional foi semelhante entre os grupos, ocorrendo em média aos 66 dias pós-parto. No momento da sincronização do estro, o grupo CWP apresentou uma menor espessura do tecido adiposo subcutâneo esternal quando comparado ao grupo WCWP (13,69 ± 0,57 mm vs. 11,93 ± 0,45 mm, respectivamente; P < 0,05) e uma menor taxa de gestação (86,67% vs. 46,15%, respectivamente; P < 0.02). A taxa de crescimento da vesícula embrionária e do comprimento crânio-caudal, assim como no diâmetro biparietal, torácico e abdominal aos 45 dias de gestação estavam em ambos os grupos dentro do esperado para a espécie em questão. Ao parto a prolificidade não diferiu entre os grupos, com média de 1,39 ± 0,11. Em conclusão, a substituição total do milho pelo fruto da carnaubeira no concentrado fornecido às fêmeas caprinas no período pós-parto não apresentou efeitos positivos. A redução da ingestão da dieta nas fêmeas alimentadas com carnaúba levou a uma diminuição das reservas corporais, a qual provavelmente foi a principal causa da diminuição na taxa de gestação nas fêmeas.


Keywords


Cabras; Carnaubeira; Progesterona; Taxa de gestação.

Full Text:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.2015v36n4p2619

Semina: Ciênc. Agrár.
Londrina - PR
E-ISSN 1679-0359
DOI: 10.5433/1679-0359
E-mail: semina.agrarias@uel.br
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional