Características da produção de leite no Sul do Brasil

Tony Picoli, João Luíz Zani, Cristina Mendes Peter, Victor Fernando Büttow Roll, Maria Edi Rocha Ribeiro, Gilberto D'Ávila Vargas, Sílvia Oliveira Hübner, Marcelo de Lima, Geferson Fischer

Abstract


Este trabalho teve como objetivo descrever a produção de leite no Sul do Rio Grande do Sul, Brasil, e identificar os fatores que afetam a qualidade do leite na região. A idade média dos produtores de leite da região é de 49 anos, e 67,9% não concluíram o ensino fundamental. A atividade leiteira é realizada em propriedades com média de 26,06 hectares e 8,4 vacas em lactação. A maioria dos produtores (32,83%) produz entre 50 a 100 litros de leite por dia. Entre as propriedades, 13,21% produz até 30 L/dia, e apenas 1.89% produz mais de 500 litros de leite por dia. A produtividade média foi de 6,8 L/vaca/dia. No que diz respeito ao procedimento de ordenha, 39,3% dos produtores de leite ordenha seus animais manualmente, apenas 14,2% realizam desinfecção dos tetos antes da ordenha, e 53,9% usa um único pano para secar todos os tetos dos animais. Com relação à infra-estrutura, 52,8% dos produtores ordenham seus animais em estábulos de madeira. Observou-se que a contagem média de células somáticas (CCS) ficou dentro dos parâmetros legais, apresentando correlação negativa com a produção de leite (r = -0,23) e teor de lactose (r = -0,39). No entanto, a contagem bacteriana total (CBT) ficou acima dos parâmetros legais. O nível de escolaridade parece interferir na adoção de técnicas adequadas de ordenha e, consequentemente, na qualidade do leite, porque os produtores menos instruídos trabalham em uma infra-estrutura mais precária e obtém um produto de menor qualidade. Os dados mostram que há produção de leite de menor qualidade em estabelecimentos onde o nível de escolaridade do proprietário é baixo e são adotadas técnicas inadequadas de manejo de ordenha. Portanto, a instrução do proprietário afeta a qualidade do leite.


Keywords


Qualidade do leite; Pequeno produtor; Ordenha; Educação.

Full Text:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.2015v36n3Supl1p1991

Semina: Ciênc. Agrár.
Londrina - PR
E-ISSN 1679-0359
DOI: 10.5433/1679-0359
E-mail: semina.agrarias@uel.br
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional