Uso de condicionadores nos atributos químicos de um solo salino-sódico e no crescimento inicial de mamoneira

Evandro Franklin de Mesquita, Francisco Vanies da Silva Sá, Antônio Michael Pereira Bertino, Lourival Ferreira Cavalcante, Emanoela Pereira de Paiva, Nubia Marisa Ferreira

Abstract


O objetivo do trabalho foi estudar a aplicação de condicionadores de natureza química e orgânica nos atributos químicos de um solo salino-sódico e no crescimento inicial de duas cultivares de mamoneira. Dois experimentos foram conduzidos em casa de vegetação do Centro de Ciências Humanas e Agrárias da Universidade Estadual da Paraíba (CCHA-UEPB), Campus IV, Catolé do Rocha-PB. No primeiro experimento adotou-se o delineamento experimental inteiramente casualizado com cinco tratamentos (Solo salino – sódico sem corretivo (SSC), Solo salino – sódico + biofertilizante à 10% do volume do solo (SS + B), Solo salino – sódico + gesso à 100% da necessidade de gesso (SS + G), Solo salino – sódico + gesso + biofertilizante (SS + G + B) e solo não salino (SNS)) com 8 repetições e, no segundo experimento, também conduzido em delineamento inteiramente casualizado, os tratamentos foram arranjados em esquema fatorial 5 x 2, referente aos cinco tratamentos de correção obtidos no primeiro experimento e duas cultivares de mamoneira (BRS Nordestina e BRS Paraguaçu), com quatro repetições. A Aplicação de gesso associado ao biofertilizante promoveu o maior desenvolvimento inicial das plantas de mamoneira quando comparado aos demais tratamentos de recuperação e indica ação positiva do gesso como corretivo da sodicidade e de ambos no aumento da disponibilidade de nutrientes às plantas. O biofertilizante bovino isolado não reduz a sodicidade do solo salino – sódico. Nas condições estudadas, a cultivar BRS Nordestina superou a BRS Paraguaçu.


Keywords


Ricinus communis L.; Salinidade; Sodicidade; Correção de solo.

Full Text:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.2015v36n4p2527

Semina: Ciênc. Agrár.
Londrina - PR
E-ISSN 1679-0359
DOI: 10.5433/1679-0359
E-mail: semina.agrarias@uel.br
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional