Efeito da concentração e temperatura sobre a condutividade térmica da polpa de acerola congelada

Cristina Guimarães Pereira, Tales Márcio de Oliveira Giarola, Heloísa Helena de Siqueira Elias, Jaime Vilela Resende

Abstract


A finalidade deste trabalho foi a determinação experimental da condutividade térmica da polpa de acerola nas concentrações de 5.5, 7.5, 9.5, 11.5 e 13.5 °Brix e nas temperaturas de 0, –5, –10, –15, –20, –25 e –30 °C. A metodologia utilizada foi a da sonda linear de aquecimento e os resultados experimentais obtidos foram comparados com valores estimados pelos modelos teóricos em série, paralelo e Maxwell-Eucken, avaliando o erro envolvido. Observou-se uma influência tanto da concentração quanto da temperatura na condutividade térmica da polpa. Houve aumento da condutividade com a redução da temperatura e da concentração de sólidos, observando-se os maiores aumentos na faixa de 0 a –10 °C. Equações polinomiais e lineares foram ajustadas para a determinação direta da condutividade térmica da polpa de acerola na faixa de temperatura e concentração estudada.


Keywords


Polpa congelada de acerola; Condutividade térmica; Sonda de fio quente; Modelo teórico.

Full Text:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.2015v36n1p187

Semina: Ciênc. Agrár.
Londrina - PR
E-ISSN 1679-0359
DOI: 10.5433/1679-0359
E-mail: semina.agrarias@uel.br
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional