Fatores de risco relacionados à resistência a Rhipicephalus (Boophilus) microplus e ganho de peso de bezerras

Jenevaldo Barbosa da Silva, José Diomedes Barbosa, Adivaldo Henrique Fonseca

Abstract


O objetivo do estudo foi conhecer a influência da idade e da genética sobre a resistência ao carrapato Rhipicephalus (Boophilus) microplus e correlacionar estes parâmetros com ganho de peso de bezerras de origem leiteira. Foram avaliadas 22 bezerras desde o nascimento até dois anos de idade. A avaliação da resistência foi realizada por meio da contagem de teleóginas ingurgitados e qualificação subjetiva da infestação por larvas e ninfas. Os animais foram pesados nas primeiras 24 horas pós-nascimento, aos seis, 12, 18 e 24 meses de idade. A comparação das médias das contagens de carrapatos e ganho de peso foi realizada pelo teste Tukey a 5% de significância. Posteriormente foi realizada regressão linear para verificar a força da associação entre os fatores de risco idade e genética e a infestação por R. (B.) microplus. A idade e a genética constituíram importantes fatores de risco para infestação por R. (B.) microplus nas bezerras. Entre o terceiro e sexto mês de idade, os animais apresentaram uma janela de suscetibilidade ao carrapato R. (B.) microplus. Independente da idade, bezerras Bos taurus foram mais infestadas do que bezerras Bos indicus, mestiças F1 (½ B. taurus x ½ B. indicus) e Girolandas (? B. taurus x ? B. indicus). Além de nascerem mais pesadas, as bezerras B. taurus demonstraram ganho de peso significativamente maior (p<0.01) do que as bezerras B. indicus.


Keywords


Bos indicus; Bos taurus; Ganho de peso; Resistência; Rhipicephalus microplus.

Full Text:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.2015v36n4p2671

Semina: Ciênc. Agrár.
Londrina - PR
E-ISSN 1679-0359
DOI: 10.5433/1679-0359
E-mail: semina.agrarias@uel.br
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional