Ocorrência de anticorpos anti-Neospora caninum e anti-Toxoplasma gondii em equinos do Pantanal Mato-Grossense, Brasil

Luciane Maria Laskoski, Livia Saab Muraro, Rosangela Locatelli Dittrich, Renata Azevedo Abreu, Marilia Oliveira Koch, Fabiana Tieme Silva, Rafael Hideki Hagi

Abstract


Este estudo teve como objetivo avaliar a ocorrência de anticorpos anti-Neospora caninum. e anti-Toxoplasma gondii em cavalos do Pantanal, no estado de Mato Grosso. Duzentas amostras de sangue foram coletadas de equinos do Pantanal Mato-grossense, Brasil. As amostras foram analisadas pela reação de Imunofluorescência Indireta (RIFI) para pesquisa de anticorpos anti-Neospora caninum e anti-Toxoplasma gondii. Os anticorpos anti N. caninum foram detectados em 30 (15%) dos 200 cavalos, nos títulos de 50 (25 cavalos), 100 (dois cavalos), 200 (dois cavalos) e 400 (um cavalo). Os anticorpos anti T. gondii foram detectados em cinco (2,5%) dos 200 cavalos, nos títulos de 50 (três cavalos), 200 (um cavalo) e 400 (um cavalo). Em um cavalo verificou-se presença de anticorpos para ambos coccídeos (título de 200 para N. caninum e 400 para T. gondii). Os equinos pantaneiros foram expostos ao N. caninum e T. gondii.


Keywords


Cavalos; Pantanal; Toxoplasmose; Neosporose; Imunofluorescência.

Full Text:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.2015v36n2p895

Semina: Ciênc. Agrár.
Londrina - PR
E-ISSN 1679-0359
DOI: 10.5433/1679-0359
E-mail: semina.agrarias@uel.br
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional