Efeito da associação de morfina-lidocaína-ketamina sobre a função cardiopulmonar e concentração expirada de Isoflurano em ovelhas

Suzane Lilian Beier, Ademir Cassiano da Rosa, Nilson Oleskovicz, Cláudio Roberto Scabelo Mattoso, Ademar Luiz Dallabrida, Aury Nunes de Moraes

Abstract


 

Os objetivos deste estudo foram avaliar a redução na concentração expirada de isoflurano, bem como os efeitos clínicos de uma infusão constante de morfina – lidocaína – cetamina (MLK) em ovinos saudáveis submetidos a cirurgia gastrointestinal experimental. Foram utilizados doze ovinos adultos da raça Texel, fêmeas, pesando 36,5 ± 8,1 kg. Os animais foram anestesiados para implantação de cânulas no duodeno, sendo pré-medicados com morfina 0,3 mg kg-1, pela via intramuscular (IM), e detomidina 20 ug kg- 1 pela via intravenosa (IV). Após a pré-medicação, a anestesia foi induzida com cetamina 5 mg kg –1 e diazepam 0,5 mg kg –1 IV, sendo mantidos com isoflurano em oxigênio a 100%. Após a indução da anestesia os animais foram divididos em dois grupos (n = 6): GMLK (grupo MLK – 10 mg de morfina, 150 mg de lidocaína e 30 mg de cetamina foram adicionados em 500 ml de solução salina) que recebeu infusão contínua de MLK na taxa de 10 mL kg– 1h-1 durante a manutenção da anestesia; e o GCON (grupo de controle) que recebeu infusão contínua de cloreto de sódio a 0,9% na taxa de 10 mL kg– 1h-1 durante a manutenção da anestesia. Os animais foram submetidos à ventilação mecânica. As variáveis cardiopulmonares e concentração de isoflurano ao final da expiração (FE’Iso) foram avaliados durante o momento basal (imediatamente antes da cirurgia), e 15, 30 e 45 minutos após o início da cirurgia. Em GMLK ocorreu uma redução na FE’Iso aos 15, 30 e 45 minutos, sendo observada redução de até 75,6 % durante a cirurgia. A FC foi menor no GMLK em comparação ao GCON aos 30 minutos, e a PAM foi menor no momento basal no GCON em relação ao GMLK. O tempo de recuperação total foi menor no GMLK. O uso da infusão contínua intravenosa da solução MLK mostrou ser eficiente como parte de um protocolo de anestesia balanceada em ovinos, com uma redução de 75,6 % na concentração expirada de isoflurano, proporcionando estabilidade cardiovascular e com um período de recuperação reduzido.


Keywords


Ovino; Morfina; Lidocaína; Cetamina; Isoflurano.

Full Text:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.2014v35n5p2527

Semina: Ciênc. Agrár.
Londrina - PR
E-ISSN 1679-0359
DOI: 10.5433/1679-0359
E-mail: semina.agrarias@uel.br
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional