Suplementação com magnésio na fase de terminação de suínos: desempenho, características de carcaça e qualidade de carne

Marina Avena Tarsitano, Ana Maria Bridi, Caio Abércio da Silva, Camila Constantino, Nayara Andreo, Danyel Bueno Dalto

Abstract


O objetivo deste experimento foi avaliar o efeito da inclusão de óxido de magnésio (MgO) na fase de terminação sobre o desempenho, as características de carcaça e qualidade de carne de suínos. Foram utilizados 48 suínos, suplementados com MgO por 7 dias antes do abate, sendo os tratamentos: rações com 0; 0,2; 0,4 e 0,6% de inclusão de MgO. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, sendo os animais blocados de acordo com o peso inicial em leves, médios e pesados. O ganho diário em peso foi influenciado pelos tratamentos, apresentando efeito quadrático com ponto de máxima inclusão de 0,3% de MgO. A suplementação com MgO diminuiu as concentrações séricas de cortisol, apresentando efeito de regressão linear decrescente. A espessura de toucinho apresentou efeito de regressão quadrática, em que o ponto de mínima deposição ocorreu com a inclusão de 0,37% de MgO. Quantidade de carne na carcaça resfriada, rendimento de carne na carcaça e índice de bonificação apresentaram efeito quadrático para suplementação dietética com MgO sendo os pontos de máxima 0,31, 0,37 e 0,28% respectivamente. A porcentagem de perda de água e a perda de água no descongelamento apresentaram efeito quadrático, com pontos de mínima perda iguais a 0,31 e 0,35%, respectivamente.


Keywords


Cor; Espessura de toucinho; Estresse; Rendimento de carcaça.



DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.2013v34n6p3105

Semina: Ciênc. Agrár.
Londrina - PR
E-ISSN 1679-0359
DOI: 10.5433/1679-0359
E-mail: semina.agrarias@uel.br
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional