Zoonoses de interesse em saúde pública em equídeos brasileiros abatidos

Fernanda Evers, João Luis Garcia, Italmar Teodorico Navarro, Julio Cesar de Freitas, Gercio Luiz Bonesi, Aline do Nascimento Benitez, Beatriz de Souza Lima Nino, Maria Paula de Carvalho Ewald, Alessandra Taroda, Jonatas Campos de Almeida, Sthefany Pagliari, Roberta Lemos Freire

Abstract


O objetivo deste estudo foi investigar a presença de Trichinella spp. na musculatura e anticorpos anti-Toxoplasma gondii e anti-Leptospira spp. em soro de equídeos abatidos em dois matadourosfrigoríficos com serviço de Inspeção Federal. Amostras de músculo masséter e sangue foram coletados de 398 animais de ambos os sexos e várias idades, provenientes de seis diferentes estados brasileiros. As amostras de soro foram submetidas à Reação de Imunofluorescência Indireta para T. gondii (IFI ³ 64) obtendo 46 (11,6%) amostras reagentes. Para Leptospira spp. as amostras de soro foram testadas pelo teste de soroaglutinação microscópica (MAT ³ 100) e 123 (30,9%) amostras foram reagentes. Foi possível identificar o sorovar mais provável em 95 amostras (77,2%) sendo Hardjo (26,3%) e Autumnalis (12,6%) os mais encontrados. Nenhuma das 398 amostras de músculo masséter analisados revelou qualquer presença de larvas de Trichinella spp. Os equídeos destinados ao abate que foram investigados provavelmente foram expostos aos agentes da toxoplasmose e leptospirose, porém não apresentaram infecção por Trichinella.


Keywords


Matadouro-frigorífico; Eqüídeos; Toxoplasma gondii; Leptospira; Trichinella.



DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.2012v33n6Supl2p3223

Semina: Ciênc. Agrár.
Londrina - PR
E-ISSN 1679-0359
DOI: 10.5433/1679-0359
E-mail: semina.agrarias@uel.br
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional