Teste de condutividade elétrica individual para estimativa da germinação em sementes de soja

Nilson Matheus Mattioni, Liliane Marcia Mertz, Ana Paula Piccinin Barbieri, Fernando Machado Haesbaert, Willian Giordani, Sidinei José Lopes

Abstract


A qualidade das sementes de soja pode ser afetada por inúmeros fatores que podem ocorrer em qualquer etapa da produção. Para garantir a qualidade das sementes é necessária a adoção testes rápidos e eficientes em estimar a viabilidade das sementes. O objetivo desse estudo foi determinar o ponto de partição do teste de condutividade elétrica individual (CEI) para estimar a germinação de sementes de soja. Foram utilizados 15 lotes pertencentes a diferentes cultivares (Fundacep 57 RR, BMX Potência RR, BMX Força RR, BMX Turbo RR, e Nidera 7321 RG). A caracterização dos lotes foi efetuada pelo peso de mil sementes, teor de água, germinação, condutividade elétrica massal e individual, envelhecimento acelerado e emergência a campo. Para determinação do ponto de partição as sementes foram submetidas ao teste padrão de germinação, respeitando-se a posição utilizada na leitura da CEI. A veracidade do ponto de partição foi testada através de comparação entre a germinação estimada e a obtida no teste padrão. O ponto de partição da CEI é 130 ?S .cm-1.semente-1. Entretanto o método mostrou limitação em estimar a germinação de sementes de soja. Características de cada lote influenciaram na CEI levando a diferenças entre a germinação estimada e o teste padrão.

 


Keywords


Glycine max (L.) Merrill; Ponto de partição; Teste rápido; Qualidade de sementes.

Full Text:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.2015v36n1p31

Semina: Ciênc. Agrár.
Londrina - PR
E-ISSN 1679-0359
DOI: 10.5433/1679-0359
E-mail: semina.agrarias@uel.br
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional